Busque por milhares de conteúdos gratuitos e confiáveis de Medicina

Ver conteúdos sugeridos

Destaques

A inteligência artificial e o futuro da medicina do sono | Colunistas

Afinal, o que é Inteligência Artificial? A Inteligência Artificial (IA) é um ramo abrangente das Engenharias e das Ciências da Computação, responsável pela construção de máquinas inteligentes capazes de executar tarefas que normalmente seriam realizadas por seres humanos, como reconhecimento de fala, tomada de decisão e reconhecimento visual de padrões e objetos. A IA é uma ciência interdisciplinar com múltiplas abordagens, porém os avanços no machine learning e no deep learning (respectivamente, aprendizado de máquina e aprendizagem profunda, em tradução livre) estão criando uma mudança de paradigma em praticamente todos os setores da indústria tecnológica. O que isso tem a ver com Medicina do Sono? Apesar de passarmos cerca de um terço de nossas vidas dormindo (ou, pelo menos, tentando), o sono não é bem compreendido pelos cientistas. Segundo a Associação Brasileira do Sono, 73 milhões de brasileiros sofrem de insônia. De acordo com a Associação Médica Americana, Medicina do Sono (MS) é uma subespecialidade multidisciplinar da Medicina de Família, Clínica Médica, Psiquiatria, Pediatria, Neurologia e Otorrinolaringologia. É uma disciplina da prática médica na qual os distúrbios do sono são avaliados, monitorados, tratados e prevenidos usando uma combinação de técnicas (avaliação clínica, testes fisiológicos, exames de imagem e intervencionistas) e terapia medicamentosa. Fonte: https://www.spiritfanfiction.com/historia/ash-e-may-tornament-of-the-best- 11409443/capitulo6 A grande quantidade de dados eletrofisiológicos gerados por polissonografia (PSG) é um substrato essencial para aplicações de IA. Combinadas com dados demográficos, informações genéticas e comportamentais, psicossociais, estilo de vida e outros dados biológicos, as abordagens de IA prometem fornecer novos insights para informar o diagnóstico e os cuidados clínicos de distúrbios do sono. Uma segunda área da medicina do sono preparada para se beneficiar da IA é a

Matheus Passo

9 min10 hours ago

Guia simples de como achar (e ser) um médico confiável | Colunistas

Existe um ditado popular que diz “Confiança não é algo que se ganha, mas, sim, que se conquista”. Com certeza você já ouviu essa frase alguma vez da sua avó ou até da sua mãe. Na medicina, não poderia ser diferente. Nenhum médico ganha a confiança de seus pacientes facilmente, é preciso uma jornada árdua, com muita consistência, afinco e dedicação. E, para te ajudar nessa jornada, resumimos nesse guia alguns conceitos importantes para achar (e ser) um médico confiável! Quais são as características desejáveis em um médico confiável? Empatia: capacidade de colocar-se no lugar do outro, compreender seu sofrimento, sem confundir seus sentimentos com os do paciente; Continência: capacidade de conter e tolerar a carga emocional que o paciente pode trazer consigo durante a consulta, sem exibir julgamentos e retaliações ao seu estilo de vida; Humildade: capacidade de reconhecer as suas limitações, buscando sempre trabalhar para minimizá-las; Respeito às diferenças: respeitar o estilo de vida e escolhas pessoais do paciente, sem inferir julgamentos e exercer represálias; Curiosidade: a dúvida sempre é precedida do processo de conhecimento e o médico deve estar sempre aberto a novas possibilidades e mudanças. Na medicina muitas condutas e procedimentos se modificam rapidamente, o que torna quase essencial que o profissional busque pela informação, movido por suas dúvidas e questionamentos. Capacidade de comunicação: capacidade de fazer-se entender de forma eficiente em diferentes contextos e para diferentes tipos de público. Algumas características pessoais devem ser inerentes a todo tipo de profissional, independente da sua especialidade. No entanto, alguns princípios são vedados à conduta específica do profissional médico, com base no Código de Ética Médica. Sendo alguns deles: Imperícia: falta de

Comunidade Sanarmed

4 min12 hours ago

Confirmado: Concurso para Médico da Polícia Federal

Agora é uma realidade: o concurso para médico da PF foi confirmado! No dia 31 de Julho, em uma entrevista na rádio, o então Ministro da Justiça confirmou que o edital para a Polícia Federal já está sendo preparado. Assim, a notícia vem após meses de especulações e até mesmo após o diretor da corporação já ter dado indícios da necessidade desse novo certame. Para saber mais sobre o Concurso para Médico da Polícia Federal? Clica aqui! Não é segredo no mundo dos concursos o grande déficit operacional que ocorre na Polícia Federal, que mesmo após o concurso de 2018 não foi suprido integralmente, essa situação faz com que a capacidade investigativa da instituição fique seriamente comprometida. Assim, o atual concurso possui edital previsto para Dezembro de 2020 e prova para o primeiro semestre de 2021, ou seja, ainda há um bom tempo para a preparação daqueles que almejam o cargo. Atualmente, estão previstas 65 vagas para Médicos no Concurso da Polícia Federal, em cargos administrativos e em diversas especialidades. Recentemente o então Presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), o perito Marcos Camargo, confirmou em uma live que a APCF irá solicitar cerca 200 vagas para o cargo de perito, com salários que podem atingir R$ 30.000,00! Caso todas as vagas sejam aprovadas a Polícia Federal pode atingir um efetivo recorde nos próximos anos e aumentar ainda mais a sua eficiência operacional. O Médico na Polícia Federal O Médico na PF trabalha enquanto Perito. Assim, o profissional tem, entre suas funções, a responsabilidade de examinar e localizar infrações penais. Buscando uma forma de se preparar?

Concursos Médicos

1 min12 hours ago

Médico Legista da Polícia Civil do Rio Grande do Norte

O ano de 2020 tem sido turbulento para os concurseiros. Com o surgimento da pandemia pelo novo coronavírus, o destino de alguns dos editais mais aguardados se tornou incerto. Contudo, o segundo semestre do ano promete o retorno da maioria dos trâmites que envolvem os concursos públicos, entre eles, o Concurso para Médico Legista da PC do Rio Grande do Norte. O edital para Médico Legista da Polícia Civil do Rio Grande do Norte tem sido aguardado desde o primeiro semestre de 2020. No entanto teve o seu processo adiado devido a pandemia. Porém, após a descentralização da organização do concurso que antes era gerido pela Secretária de Administração Pública do RN, tudo indica que o edital será divulgado ainda este ano! O principal motivo para a aceleração da organização do certame é que agora o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) será o responsável por todo o processo, e a banca mais cotada para a confecção da prova é a AOCP. Assim, serão previstas ao todo 255 vagas para os cargos de Perito Médico Legista, Perito Odontolegista, Perito Criminal, Assistente Técnico Forense, Agente de Necropsia e Agente Técnico Forense. De modo geral, um Médico Legista trabalha na intersecção entre o direito e da medicina. Assim, ele tem como objetivo solucionar crimes sob a perspectiva de provas e vestígios no corpo humano. Quer saber mais sobre a sua rotina? Então clica aqui! Procurando um material para se preparar? Confira nosso Preparatório Online para Concursos de Médico Legista!

Concursos Médicos

1 min12 hours ago

HINSG – Residência Médica em Vitória

O Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória (HINSG) foi inaugurado em 1935, com 70 leitos, uma sala para consultas e 5 enfermarias. Hoje em dia, a instituição tem quase 5.000 m² de área, conta com 149 leitos de internação e oferece diversos serviços de saúde (urgência e emergência, procedimentos eletivos e ambulatoriais) à população, além receber residentes médicos todos os anos. O HINSG trabalha com as as seguintes especialidades: Neurologia e Neurocirurgia;Infectologia;Traumato-ortopedia;Oncologia;Hematologia;Pediatria geral;Cirurgia pediátrica;Ortopedia pediátrica;Clínica Médica pediátrica;Neonatologia;UTI Pediátrica;programas de asma, doença celíaca, osteogênese imperfeita, malformações na coluna, fibrose cística e DST/AIDS. O HINSG é administrado pela Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo e fica em Vitória. Residências disponíveis no Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória O programa de Residência Médica do HINSG existe há mais de 40 anos e tem o objetivo de capacitar médicos para a atuação com o público infanto-juvenil. A instituição já formou mais de 800 profissionais e oferece os seguintes programas de residência: Pediatria Geral;Medicina Intensiva Pediátrica;Pneumologia Pediátrica;Infectologia Pediátrica.  Remuneração e benefícios A residência médica, em qualquer instituição, é um programa de pós-graduação gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), com regimento determinado pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM). Todos os programas devem respeitar a carga horária máxima de 60 horas semanais, nelas incluídas o máximo de 24 horas de plantão. Segundo a legislação, todo residente recebe uma bolsa de R$ 3.330,43, valor que está sujeito a descontos de contribuição previdenciária. Além da bolsa, o residente tem direito aos seguintes benefícios: alimentação gratuita;condições de descanso e conforto compatíveis com o hospital;licença maternidade e paternidade;um dia de folga semanal;30 dias consecutivos de

Sanar Residência Médica

1 min14 hours ago

HC-UFMG – Residência Médica em Minas Gerais

O Hospital das Clínicas de Belo Horizonte (HC-UFMG) é uma instituição pública vinculada à Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Neste artigo, você vai saber mais sobre a Residência Médica no HC-UFMG. Acompanhe! Conheça o Hospital das Clínicas de Belo Horizonte Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais é o nome dado a um conjunto de hospitais da Faculdade de Medicina da mesma universidade. Essa nomenclatura foi dada em 1955. Até 1976, o hospital era vinculado diretamente à faculdade, sem autonomia administrativa. Nesse ano, ele se tornou administrativamente independente, com diretoria geral própria — escolhida pelo Reitor — e regimento interno específico. Nessa época, o hospital também passou a ter um Conselho Administrativo, presidido pelo Diretor da Faculdade de Medicina.  Em 1986, o Estatuto da UFMG definiu o hospital como òrgão Suplementar vinculado diretamente `Reitoria, e, assim, foi oficializada a desvinculação da sua administração da Faculdade de Medicina. Hoje, o HC-UFMG é um complexo que tem como prédio principal o Hospital São Vicente de Paulo, onde funcionam a administração, unidades de urgência e internação e apoio diagnóstico. Além disso, a instituição conta com outros 7 anexos: Hospital São Geraldo;Hospital Borges da Costa;Ambulatório Bias Fortes;Instituto Jenny Faria – Saúde do Idoso e da Mulher;Ambulatório São Vicente;Ambulatório Osvaldo Costa;Anexo Maria Guimarães. Ao todo, o HC-UFMG tem mais de 60.000 m² de área construída e 504 leitos. O hospital geral é público, universitário e integrado ao Sistema Único de Saúde (SUS), atendendo a todas as especialidades e subespecialidades oferecidas por esses sistema.  A instituição é referência em transplantes, maternidade e berçário de alto risco, oncologia e quimioterapia, cirurgia cardíaca, entre outros. 

Sanar Residência Médica

5 min14 hours ago

UNIFIP – Residência Médica na Paraíba

As Faculdades Integradas de Patos (UNIFIP), na Paraíba, iniciou suas atividades no ano de 2019 na cidade de Patos, mas há 54 anos já trabalha com educação superior no estado. A instituição oferece dois cursos de graduação e um programa de Residência Médica em Saúde de Família e Comunidade em parceria com a prefeituras da região. O objetivo da especialização é formar profissionais qualificados e fomentar mudanças sócio-econômico-culturais para a população local e regional. Neste artigo, você vai conhecer melhor o programa oferecido pela UNIFIP e saber como foi o último processo seletivo. Vamos lá? Conheça o Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade da UNIFIP A Residência Médica em Saúde de Família e Comunidade da UNIFIP tem duração de dois anos. Nesse período, o médico se qualifica para atuar na atenção à saúde humana, principalmente no que diz respeito aos cuidados preventivos primários, secundários e curativos. O médico da família deve estar sempre preparado para diagnosticar e tratar os pacientes de maneira correta e assumir posições de liderança em equipes multidisciplinares. Por ser um programa realizado em parceria com prefeituras da região, a atuação do residente se dá em Unidades Básicas de Saúde e ele deverá cumprir 32 horas de atividades presenciais nesses postos e 8 horas de atividades acadêmicas no Centro Universitário UNIFIP. Saiba como foi o último edital Para 2020, a UNIFIP ofereceu 18 vagas de residência médica em Saúde de Família e Comunidade, com atuação em Patos e municípios do Sertão da Paraíba. O processo seletivo teve uma única etapa, que foi uma prova escrita com 100 questões sobre Clínica Médica, Cirurgia, Pediatria, Ginecologia e Obstetrícia e

Sanar Residência Médica

2 min15 hours ago

Fake News: dióxido de cloro pode prevenir e curar Covid-19

Mais uma Fake News circula nas redes sociais! Dessa vez, as informações  destacam que a ingestão de dióxido de cloro (ClO2) diluído em água ajuda a prevenir e curar a Covid-19. O dióxido de cloro além de ser ineficaz para o tratamento da doença, também é uma substância altamente tóxica. O seu consumo é considerado por especialistas como tão perigoso quanto inalar ou beber produtos usados para limpeza residencial, por exemplo. “O dióxido de cloro não pode ser consumido de forma alguma como medicamento por ser tóxico. A própria Anvisa já percebeu esse movimento de venda de produtos à base de dióxido de cloro com apelo de que trataria o coronavírus e foi à caça desses sites para tirá-los do ar e processar quem anuncia esses produtos”, disse o pneumologista Rodolfo Fred Behrsin, professor do Hospital Universitário Gaffrée e Guinle, em entrevista ao portal G1.  Outro alerta vem também da infectologista da Beneficência Portuguesa de São Paulo, Ingrid Cotta. “Até hoje não existe comprovação científica de utilidade para tratamento de qualquer doença em humanos, o que vale para a Covid-19”, destacou. Vale ressaltar que o uso de dióxido de cloro em qualquer dose pode gerar perigosos quadros de efeitos colaterais, hepáticos, hematológicos, como insuficiência respiratória, doenças do sangue, pressão arterial baixa, anemia, vômitos e diarreia. Podendo evoluir ainda para a insuficiência respiratória. “A falta comprovada de um tratamento eficaz e comprovado para a Covid-19 tem levado as pessoas ao desespero e a medidas descabidas. Fazer uso de qualquer remédio ou substância dá uma falsa sensação de que estamos fazendo alguma coisa. Mas com isso colocamos em risco a população”, alertou a médica pneumologista Patricia Canto Ribeiro, da Escola Nacional de Saúde Pública. 

Sanar Medicina

2 min15 hours ago
Termos de Uso | Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.