Colunistas

A nova rotina: o uso de máscaras durante a pandemia da COVID-19 | Colunistas

A nova rotina: o uso de máscaras durante a pandemia da COVID-19 | Colunistas

Compartilhar

Pedro H Nakada

6 min há 252 dias

Introdução

Devido à pandemia da COVID-19, o uso da máscara de proteção se tornou rotina em 2020. Apesar disso, no começo, o uso de máscaras pela população em geral não era recomendado, pois era afirmado que haveria uma diminuição do número de máscaras para os profissionais de saúde, podendo acarretar em um custo desnecessário. Além disso, as pessoas poderiam deixar de higienizar as mãos por estarem usando a máscara. Entretanto, depois de inúmeros fatores, como estudos mostrando que pessoas assintomáticas também podiam transmitir o vírus e que a COVID-19 tinha uma alta taxa de transmissão, a OMS passou a recomendar o uso da máscara, já que o benefício era maior que o risco. Por isso, resolvi escrever sobre o uso da máscara durante a pandemia da COVID-19.

Quais são os tipos de máscaras disponíveis?

Atualmente existem vários tipos de máscaras no mercado, mas cada uma tem sua própria característica, algumas conferindo maior segurança e outras menor. A seguir, listei 3 máscaras que estão sendo utilizadas durante a pandemia do novo coronavírus.

Máscara N95 com/sem válvula

A máscara N95 é aquela que está sendo utilizada pelos profissionais de saúde. Atualmente ela é a máscara que mais protege a pessoa contra gotículas, sendo que, em um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Duke, foi demonstrado que menos de 0,1% das gotículas conseguiam ser transmitidas.

Algumas máscaras N95 têm uma válvula acoplada, que serve para ajudar na respiração. Porém vale ressaltar que a máscara N95 com a válvula diminui sua eficácia, aumentando a chance da transmissão de gotículas do usuário da máscara para as pessoas ao seu redor, mas o reverso não se aplica. Portanto, as pessoas que utilizam a máscara N95 com válvula têm o mesmo nível de proteção das pessoas que a usam sem válvula, entretanto existe uma maior chance de transmissão de gotículas para outras pessoas.

Máscara N95 com válvula. Fonte: SanarMed.

Máscara Cirúrgica

Máscara cirúrgica. Fonte: SanarMed.

A máscara cirúrgica é uma máscara descartável que protege o nariz e a boca do usuário. No mesmo estudo realizado pelos pesquisadores da Universidade de Duke, a máscara cirúrgica foi a segunda melhor máscara entre as pesquisadas, sendo que ela tem 90% de eficácia. Importante ressaltar que, apesar de ser uma alta eficácia, ela ainda é quase 10% inferior à máscara N95 sem válvula, porém, se a compararmos com a N95 com válvula, a máscara cirúrgica é melhor na questão da transmissão de gotículas para outras pessoas.

Máscara de Algodão

A máscara de algodão é uma das mais usadas pela população geral. Como existem vários tipos, a porcentagem de sua eficácia varia de 70 a 90%, a depender de quantas camadas a máscara tem.

Ainda, foi constatado que a máscara N95 com válvula tem uma taxa de transmissão semelhante a alguns tipos de máscara de algodão. Entretanto estudos mostraram que muitas vezes a taxa de transmissão entre as máscaras de algodão variou também devido ao volume de voz do usuário e à colocação correta da máscara.

Máscara de algodão. [Fonte: SanarMed]

Quando devo usar a máscara?

Você deve usar a máscara sempre que for a lugares públicos, principalmente locais com aglomeração. Mesmo que você esteja respeitando o distanciamento de 2 metros, é necessária sua utilização, porque a transmissão do vírus ainda está sendo estudado, e alguns estudos sugerem até mesmo uma distância maior do que 8 metros. Além disso, mesmo que você esteja sozinho em um local público, você ainda deve usar a máscara, já que pode estar assintomático e terminar por transmitir o vírus para outras pessoas que passarem naquele local depois.

As únicas exceções são quando você está sozinho ou com as pessoas com quem vive. Exemplos seriam quando você está em casa ou quando está no seu carro com porta e janela fechadas.

Porém vale ressaltar que, mesmo utilizando a máscara, você deve se higienizar, já que tirando a boca e o nariz, todo o resto do seu corpo e as suas roupas foram expostas. Por isso, você deve higienizar as mãos! E, ao chegar em casa, deve tomar banho e colocar as suas roupas direto para lavar.

Como usar a máscara?

Pode parecer uma pergunta boba, mas muitas pessoas não sabem utilizar a máscara do jeito correto. Primeiramente, é importante que você cubra seu nariz e sua boca e que esteja confortável com a máscara, que não pode estar nem muito apertada, nem frouxa. Isso é importante, porque, caso a coloque de um jeito desconfortável, há uma maior chance de você querer tocá-la ou até mesmo retirá-la, podendo, assim, diminuir a sua eficácia.

Outro ponto importante é que o Ministério da Saúde recomenda o uso da máscara caseira por no máximo 2 horas, também fazendo essa troca sempre que ela apresentar umidade ou sujidade.

Conclusão

Apesar de no início não ter sido recomendado o uso de máscaras pela população geral, hoje já é demonstrado que todos devem utilizá-las. Além disso, foi constatado que a melhor máscara é a N95, seguida da máscara cirúrgica e a de algodão.

Também vale ressaltar que seu uso correto protege sempre você e os outros ao seu redor.   

Autor: Pedro Henrique Nakada

Instagram: @phnakada

O texto acima é de total responsabilidade do autor e não representa a visão da sanar sobre o assunto

Gostou do artigo? Quer ter o seu artigo no Sanarmed também? Clique no botão abaixo e participe

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.