2015 - mais um passo em um caminho de 40 anos...

2015 - mais um passo em um caminho de 40 anos...

Autores:

Rogério Souza

ARTIGO ORIGINAL

Jornal Brasileiro de Pneumologia

versão impressa ISSN 1806-3713

J. bras. pneumol. vol.41 no.1 São Paulo jan./fev. 2015

http://dx.doi.org/10.1590/s1806-37132015000100001

Esse é um ano especial para o Jornal Brasileiro de Pneumologia (JBP); em outubro, o JBP completará 40 anos.(1) Datas como essa são particularmente significativas pois nos levam a refletir sobre muitos dos aspectos relacionados à existência do JBP: sua história, sua relevância atual e as perspectivas futuras.

O JBP teve seu início em 1975 e, se continua hoje sua jornada, foi, sem dúvida, graças ao esforço contínuo de inúmeros colegas que direta ou indiretamente sempre buscaram que nosso jornal se tornasse um grande elo comum a toda comunidade envolvida com a medicina respiratória. Esse processo foi capitaneado por um conjunto de bravos editores, cujo afinco levou a grandes conquistas do JBP: Manoel Lopes dos Santos (1975-6), Bruno Carlos Palombini (1976-8), Carlos Frazzatto Junior (1978-82), José Roberto de Brito Jardim (1982-6), Miguel Bogossian (1986-90), Nelson Morrone (1990-4), Carlos Alberto de Castro Pereira (1994-8), Thais Helena Abrahão Tomaz Queluz (1998-2002), Geraldo Lorenzi Filho (2002-4), José Antônio Baddini Martinez (2004-10) e, mais recentemente, Carlos Roberto Ribeiro Carvalho (2010-4), os quais fizeram do JBP o mais importante periódico científico na área respiratória da América Latina e uma das mais importantes revistas científicas do país. Tal feito dá a dimensão da responsabilidade que todos temos com nosso jornal daqui para frente.

Ao longo das últimas décadas, o JBP foi indexado na plataforma SciELO (2002) e, posteriormente, no PubMed/MEDLINE (2006), aumentando muito a sua visibilidade e, consequentemente, o número de artigos submetidos, em particular após a obtenção do fator de impacto por parte da Thomson Reuters Institute for Scientific Information (ISI) Web of Science.(2) Recentemente fomos penalizados no que diz respeito à obtenção de nosso fator de impacto, fato que ainda nos afetará na próxima avaliação(3); contudo, temos que ter em mente que a métrica associada à publicação científica deve ser compreendida não como um número isolado mas dentro de todo o contexto que a envolve. Particularmente, o JBP tem duas funções muito claras: ser um veículo editorial de alta qualidade, dando vazão ao que se produz de ciência na área de medicina respiratória, principalmente no Brasil, mas também no mundo, e ser o grande instrumento de atualização dos pneumologistas brasileiros. Para essa última missão, o compromisso é de aproximar o JBP ao dia a dia de seu leitor através de artigos de revisão que reflitam as necessidades sentidas na prática clínica diária na área respiratória. É para a disseminação científica que utilizaremos as métricas editoriais comumente utilizadas, como o fator de impacto. Elas, mesmo com limitações, permitem o planejamento da política editorial, com alterações de curso quando necessário, a fim de se obter progressiva visibilidade nacional e internacional, atraindo o que há de melhor em ciência na área. Com isso, várias atitudes foram tomadas visando aumentar a exposição internacional do JBP, como, por exemplo, sua disponibilização, desde 2014, no PubMed Central (PMC), que é o arquivo-livre de periódicos do National Institutes of Health/National Library of Medicine, tornando o conteúdo integral dos artigos publicados em nosso jornal (em língua inglesa) disponível diretamente a partir da área de pesquisas do PubMed.(4)

Agora, faremos com que todos os artigos aceitos no JBP sejam disponibilizados de forma on-line antes mesmo de sua publicação formal (ahead of print), a fim de aumentar o máximo possível o tempo de exposição de nossas publicações. Em paralelo, todo o conteúdo do JBP passa a ter verificação de plágio através das mesmas ferramentas utilizadas pelos principais periódicos científicos na área médica. Com isso, junto com a exposição, a confiabilidade do conteúdo do JBP também aumenta significativamente.

Se a responsabilidade em gerir o JBP é enorme, construir sobre os ombros daqueles que tão solidamente o ergueram torna muito melhor o caminho. Essas ações visam nos preparar para crescer ainda mais. Além disso, outra mudança bastante importante merece um especial destaque. O corpo de editores associados do JBP cresceu de forma significativa. De antemão, agradeço a todos os editores que embarcaram no projeto para os próximos quatro anos de gestão do JBP que ora se inicia. A presença de tão expressivo corpo de pesquisadores na gestão do jornal permite uma maior aproximação entre o JBP e os principais grupos de pesquisa do Brasil e do mundo de forma inequívoca. Também esse grupo permite que o JBP exerça seu mencionado papel na atualização constante dos profissionais de medicina respiratória que atuam no país, em particular aqueles que não estão vinculados a instituições de ensino. A definição dos temas de maior interesse para todos os tipos de leitores do JBP passa a ser compartilhada com um grupo representativo das mais diversas áreas de atuação da medicina respiratória, potencialmente aumentando a abrangência do próprio jornal.

O grande objetivo para os próximos quatro anos é aumentar a representatividade do JBP tanto no seu papel de disseminação científica, a ser medido pelas mais diferentes métricas existentes atualmente, quanto no seu papel na formação dos profissionais brasileiros, a ser medido pelo interesse que as diversas áreas do jornal venham a despertar nos leitores, através do número de acessos, downloads e reimpressões requisitadas. Que as comemorações e reflexões decorrentes dos 40 anos do JBP nos conduzam a passos sólidos rumo a um 2015 repleto de realizações.

REFERÊNCIAS

1. Santos ML. Brazilian Journal of Pulmonology: thirty years of history. J Bras Pneumol. 2005;31(5):i.
2. Carvalho CR. Publications in the Brazilian Journal of Pulmonology. J Bras Pneumol. 2013;39(1):1-4.
3. Carvalho CR. The Brazilian Journal of Pulmonology and international databases. J Bras Pneumol. 2013;39(5):529-31.
4. Carvalho CR, Baldi BG, Jardim CV, Caruso P, Souza R. New steps for the international consolidation of the Brazilian Journal of Pulmonology. J Bras Pneumol. 2014;40(4):325-6.
Termos de Uso | Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.