A gestão on-line dos manuscritos na profissionalização dos periódicos

A gestão on-line dos manuscritos na profissionalização dos periódicos

Autores:

Alex Mendonça

ARTIGO ORIGINAL

Fisioterapia e Pesquisa

versão On-line ISSN 2316-9117

Fisioter. Pesqui. vol.24 no.2 São Paulo abr./jun. 2017

http://dx.doi.org/10.1590/1809-2950/00000024022017

O processo de avaliação por pares (peer-review) mantém-se como a forma mais comum de avaliação de manuscritos submetidos para publicação em periódicos1. É parte integral do empreendimento de fazer pesquisa e comunicar seus resultados. Na avaliação dos manuscritos espera-se que todo o processo seja conduzido de modo transparente e ético pelas equipes editoriais dos periódicos e pareceristas ad hocs qualificados no tema da pesquisa. Apesar de ser alvo de críticas2 a respeito de sua eficiência e transparência, a avaliação de manuscritos por pesquisadores pares nas suas diferentes formas prevalece historicamente como sendo a mais utilizada.

O processo completo, que compreende desde a submissão do manuscrito até a decisão sobre sua aceitação ou rejeição, é complexo e pode envolver muitas idas e vindas do manuscrito entre os autores, editores, e pareceristas, até que a decisão final seja tomada.

A publicação deste número da Fisioterapia e Pesquisa coincide com a adoção de um novo sistema para a gestão da submissão de manuscritos, o ScholarOne, de propriedade da companhia Clarivate Analytics, uma das plataformas que representa o estado da arte dos sistemas de gestão editorial on-line, utilizada por cerca de seis mil periódicos no mundo3 e viabilizada pelo Programa SciELO/Fapesp aos periódicos indexados na Coleção SciELO Brasil, e está disponível desde abril de 2017. Esse avanço contribui para reforçar a profissionalização e internacionalização do periódico, em consonância com as linhas de ação do Programa SciELO.

Os sistemas de gestão on-line têm como objetivo executar a gestão de manuscritos desde a submissão até a decisão final, oferecendo maior controle, automatização e registro dos processos que outrora eram feitos de forma manual, como cobranças de atrasos, lembretes e alertas em geral, apoiando assim o corpo editorial do periódico na análise do conteúdo e qualidade das pesquisas.

A adoção de um novo sistema de gestão de manuscritos implica quase sempre uma revisão das políticas e procedimentos editoriais, o que representa uma oportunidade única para o aperfeiçoamento do periódico. Isso ocorre por tratar-se de um momento de adequação mútua entre o sistema e a equipe editorial: o sistema deve adaptar-se ao periódico e o periódico ao sistema. Nessa troca não é incomum o periódico abrir mão de atividades ou ainda inverter a sequência de uma ou mais tarefas, isso faz parte do processo de adaptação e observa-se que essas mudanças mostram-se satisfatórias a médio e longo prazo, colaborando para a profissionalização e o aperfeiçoamento da equipe editorial.

Merece destaque também a facilidade em extrair relatórios de estatísticas de uso quando se faz uso de um sistema on-line. É possível obter estatísticas de submissões, taxa de aceitação e rejeição, tempo de tramitação, dados de autores e pareceristas estrangeiros, dentre outros, com maior eficiência, praticidade e rapidez. A extração de estatísticas por meio de um sistema on-line garante maior confiabilidade dos dados com muito menos tempo de trabalho, permitindo, mais uma vez, que a equipe se dedique a outras atividades.

Os dados estatísticos certamente serão de grande valia à Fisioterapia e Pesquisa no aperfeiçoamento contínuo do periódico. O uso sistemático desses dados enriquece a gestão do periódico ao permitir analisar o perfil e comportamento de autores e revisores, identificar gargalos no tempo de tramitação, avaliar a política editorial e elaborar projeções para os próximos anos.

Estudo realizado pelos editores do periódico Revista de Sociologia e Política4 após um ano de utilização do ScholarOne constatou que além do ganho de tempo devido à racionalização das rotinas editoriais, o uso do sistema também proporcionou uma redução na carga de trabalho dos pareceristas, maior controle dos editores sobre o processo de produção do periódico, bem como a qualidade final sobre o que está sendo publicado. Há ainda uma expectativa de que as submissões de autores estrangeiros aumentem com o uso de um sistema conhecido internacionalmente.

O Programa SciELO considera o uso de um sistema on-line de gestão editorial como sendo primordial para um periódico científico e, desde 2016, seu uso tornou-se um critério de indexação obrigatório de entrada e permanência na Coleção SciELO Brasil5. Ao adotar o ScholarOne, o periódico Fisioterapia e Pesquisa não somente atende a esse critério, como alinha sua política e gestão editorial ao estado da arte internacional.

Alex Mendonça Coordenador de Sistemas de Submissão On-line, Programa SciELO/Fapesp

REFERÊNCIAS

1 Nassi-Calò L. Avaliação por pares: ruim com ela, pior sem ela [on-line]. SciELO em Perspectiva, 2015.
2 Nassi-Calò L. Avaliação por pares: modalidades, prós e contras [on-line]. SciELO em Perspectiva, 2015.
3 Potter I, Nicholson MA. The Wide World of Review. ScholarOne User Conference 2017. Madrid, Spain. May 4th 2017.
4 Os editores [Editorial]. Rev Sociol Polit. 2015;23(54): 3-8. doi: 10.1590/1678-987315235401.
5 Packer AL. Gestão online de manuscritos é um critério de indexação obrigatório do SciELO [on-line]. SciELO em Perspectiva, 2015.
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.