ANÁLISE DA FROTA PESQUEIRA ARTESANAL DA COMUNIDADE DA RAPOSA, SÃO LUIS, MA

ANÁLISE DA FROTA PESQUEIRA ARTESANAL DA COMUNIDADE DA RAPOSA, SÃO LUIS, MA

Autores:

Nidia Noemi Fabre,
Vandick da Silva Batista

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.22 no.2 Manaus Apr./June 1992

https://doi.org/10.1590/1809-43921992222259

RESUMO

Entre novembro de 1987 e agosto de 1988, realizou-se um censo da frota artesanal da Rapôsa, principal comunidade pesqueira do litoral maranhense. Esta frota está composta por 221 embarcações) das quais 186 operam na pesca. É uma frota estruturalmente heterogênea, segundo o tipo de casco e o tipo de propulsão. As variações dos diferentes tipos, são representáveis pelo comprimento do barco. Definiram-se 4 estratos dentro desta frota, que são: 1. Bianas abertas com vela biana; 2. 3iana aberta com vela curicaca; 3. Guanas fechadas e botes com potência de motor menor de 40 HP e 4. Botes com mais de 40 HP. As possíveis medidas de poder de pesca são o comprimento da embarcação e o comprimento de rede, as quais servirão de base para avaliação dos recursos pesqueiros explorados pela frota analisada, principalmente Scomberomorus brasiliensis, Macrodon ancylodon e Cynoscion acoupa.

ABSTRACT

The artisanal fishery fleet of Rapôsa, Brazil, (lat: 2° 24' S; long: 44° 04' W) was surveyed from November 1987 to August 1988. This is the principal fishing community on the coast of Maranhão with 194 boats representing the potential fishing effort and 27 others engaged in transport activities. This fleet may be classified according to its length hull and propulsion characteristics. Four strata were defined in this fleet: 1 - Canoes with open "biana" hull and "bianas" sailing rig; 2 - Canoes with open "biana" hull and "curicaca" sailing rig; 3 - Flush decked "biana" and motor powered boats with less than 40 HP; and 4 - Motor powered boats with more than 40 HP. The hull length and the net length are suggested as fishing power measures for the evaluation of fish resources exploited by the Raposa fleet, particularly: Scomberomorve brasiliensis, Macrodon ancylodon and Cynoscion acoupa.

Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.