Análise de fatores sócio-econômico-culturais e ambientais relacionados com o défict ponderal de crianças ao nascimento em 1999, em Manaus-AM, Brasil

Análise de fatores sócio-econômico-culturais e ambientais relacionados com o défict ponderal de crianças ao nascimento em 1999, em Manaus-AM, Brasil

Autores:

Fernando Hélio ALENCAR,
Marcelo Oliveira da FROTA

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967

Acta Amaz. vol.33 no.1 Manaus Jan./Mar. 2003

https://doi.org/10.1590/1809-4392200331039

RESUMO

Investigou-se as causas do nascimento de crianças com défict ponderal, enfatizando-se como determinante do Baixo Peso ao Nascer (BPN), o sinergismo entre algumas variáveis sociais, econômicas, culturais e ambientais. A população estudada compreendeu 371 mães, com seus respectivos recém- nascidos vivos não gemelares, cujos partos ocorreram no período de setembro de 1998 a maio de 1999, em uma maternidade pública de Manaus. Constatou-se a predominância de Recém- Nascidos de Peso Adequado (69,5%), sendo que 8,9% e 21,6%, das crianças se enquadraram nas categorias de Baixo Peso e Peso Insuficiente, respectivamente. Como principais fatores maternos foram detectados a baixa idade, baixa estatura e baixa escolaridade. A análise dos resultados obtidos permite concluir que é elevada a ocorrência de déficit ponderal ao nascer em Manaus, sendo seus principais determinantes (p< 0,05): gravidez na adolescência, início de realização do pré-natal e ganho de peso durante a gestação. Merecem destaque também o comportamento das variáveis: baixa escolaridade materna, ausência paterna, precariedade na assistência materno- infantil, possivelmente em decorrência de um pré-natal mal conduzido, baixo poder aquisitivo das famílias, agravado pelo número excessivo de seus integrantes, o que determina a diluição do poder de compra de alimentos intrafamiliar.

Palavras-Chave: peso ao nascer; determinantes; assistência materno-infantil

ABSTRACT

The present study has investigated the causes of weight deficit at birth, emphasizing the interaction between social, economical, cultural and environmental variables, as the Low Weighted Birth (LWB) determining factors. The population studied comprised 371 mothers and their live newborn non-twinned children, whose births had occurred in a Manaus public maternity hospital from September 1998 to May 1999. The predominance of Adequately Weighing of Recently Born Children was 69,5%, whereas 8,9% and 21,6% of the children were in the low and not enough weight categories, respectively. Young age, short height and low educational status were recorded as the mothers' main characteristics. The analysis of the results allowed us to conclude that the occurrence of weight deficit of children at birth is high in Manaus, and that mothers' low level of education, teenage pregnancy, fathers' absence, and precarious mother-child welfare care, probably a result from badly managed pre-natal welfare planing, are amongst the most important determining factors. The family's low income was also worsened by the occurrence of high numbers of members, which reduces the intra-familiar food purchasing power.

Key words: birth weight; determining factors; mother-child welfare care

Texto disponível apenas em PDF
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.