Como escrever uma resposta eficaz aos revisores: o objetivo é melhorar o estudo e publicá-lo!

Como escrever uma resposta eficaz aos revisores: o objetivo é melhorar o estudo e publicá-lo!

Autores:

Cecilia Maria Patino,
Juliana Carvalho Ferreira

ARTIGO ORIGINAL

Jornal Brasileiro de Pneumologia

versão impressa ISSN 1806-3713versão On-line ISSN 1806-3756

J. bras. pneumol. vol.45 no.1 São Paulo 2019 Epub 28-Fev-2019

http://dx.doi.org/10.1590/1806-3713/e20190020

CENÁRIO PRÁTICO

Estamos muito empolgadas porque um grupo de alunos do programa latino-americano de Methods in Epidemiologic, Clinical, and Operations Research (MECOR, Métodos de Pesquisa Epidemiológica, Clínica e Operacional) enviou um manuscrito a um periódico internacional e recebeu a resposta de que há interesse no manuscrito, mas, baseado nos comentários dos revisores, “são necessárias alterações consideráveis (major revisions are necessary).” Os alunos entraram em contato conosco porque se trata de seu primeiro manuscrito e querem se certificar de que sua resposta aos revisores seja eficaz.

COMO RESPONDER AOS REVISORES DE MANEIRA ESTRATÉGICA

Como diretoras do programa latino-americano de MECOR, incutimos em nossos alunos a importância do uso de métodos sólidos de pesquisa clínica desde a ideia até a publicação. Fornecemos muitos recursos e diretrizes referentes a metodologia de pesquisa, como escrever protocolos, manuais de procedimentos e manuscritos originais. Apresentamos aqui um resumo das recomendações baseadas na literatura1,2 e em nossa própria experiência, a respeito de como responder aos comentários dos revisores quando um periódico convida os autores a re-submeter seu manuscrito.

Em primeiro lugar, recomendamos aos autores que leiam atentamente todos os comentários feitos pelos revisores e determinem quais são positivos e quais são críticas ou pedidos de alterações. É muito importante determinar se é possível responder adequadamente aos comentários de modo a atender às expectativas dos revisores. Em segundo lugar, é fundamental que sentimentos de frustração, tristeza e até mesmo injustiça sejam superados o mais depressa possível. É importante lembrar-se de que o artigo não foi recusado e de que o editor está oferecendo a oportunidade de revisar o manuscrito e enviá-lo novamente; portanto, é preciso que os autores se organizem e respondam a cada comentário com cuidado e educação, mesmo que não concordem com o revisor (Tabela 1). Os autores devem se esforçar para manter uma atitude positiva e usar os comentários dos revisores a seu favor. É essencial determinar quais comentários são os mais importantes (isto é, aqueles em que os revisores pedem aos autores que façam alterações consideráveis) e certificar-se de que eles sejam tratados de maneira apropriada. Para aqueles que são novos nesse processo, recomendamos veementemente que trabalhem com alguém que tenha experiência em responder às solicitações dos revisores a fim de auxiliar nesse processo de priorização. Em terceiro lugar, quando o manuscrito revisado for reenviado ao periódico, o objetivo é mostrar ao editor e aos revisores que o processo foi levado a sério, isto é, que cada um dos comentários foi minuciosamente respondido e que todas as alterações necessárias foram feitas. É fundamental comunicar essas alterações de maneira eficaz por meio de linguagem clara, simples e direta. Caso os autores não sejam falantes nativos da língua na qual o periódico é publicado (inglês, por exemplo), é fundamental que a versão final da resposta aos revisores seja avaliada por um tradutor ou editor especialista.

Tabela 1 Como responder eficazmente aos comentários dos pareceristas.  

Tarefa Ação 1 Ação 2 Objetivos
Crie um documento do Word no qual você deverá copiar e colar cada comentário dos revisores separadamente. Numere os comentários e rotule-os de acordo com o revisor (Rev. 1 Comentário 1, por exemplo). Discuta cada comentário com sua equipe e cheguem a um consenso a respeito de como responder. Você pode concordar com o comentário de um determinado revisor ou discordar dele, mas precisará responder a todos os comentários educadamente. Responda a cada comentário separadamente, escreva a resposta logo abaixo do comentário do revisor (certifique-se de que não haja erros de gramática ou ortografia) e faça as alterações correspondentes no manuscrito. Esse processo mostra ao editor e aos revisores que você é dedicado(a) e levou a avaliação a sério, além de ter tornado a reavaliação de seu manuscrito mais fácil para eles.

Produtos finais: 1. Uma carta ao editor na qual os autores agradecem-lhe a oportunidade de revisar o artigo e uma lista de todos os comentários dos revisores com as respostas dos autores; 2. Um manuscrito revisado com todas as alterações feitas, que devem estar identificadas por meio de fonte diferente, cor diferente ou itálico.

Em suma, um objetivo importante dos pesquisadores clínicos é publicar seu trabalho em periódicos revisados por pares como forma de melhorar a saúde humana. Isso envolve passar pelo processo de revisão por pares e responder aos comentários dos revisores de maneira eficaz. Incentivamos todos os pesquisadores a elaborar um método sistemático de resposta aos revisores. O processo é às vezes frustrante e tedioso, mas, no fim das contas, o objetivo é melhorar o manuscrito e publicá-lo!

REFERÊNCIAS

1 Provenzale JM. Revising a manuscript: Ten principles to guide success for publication. AJR Am J Roentgenol. 2010;195(6):W382-7.
2 Happell B. Responding to reviewer's comments as part of writing for publication. Nurse Res. 2011;18(4):23-7.
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.