Compartilhar

Comparação anatômica entre folhas diplóides e poliplóides do guaraná (Paullinia Cupana var sorbilis (Mart.) Ducke). ()

Comparação anatômica entre folhas diplóides e poliplóides do guaraná (Paullinia Cupana var sorbilis (Mart.) Ducke). ()

Autores:

Moacyr E. Medri,
Eduardo Lleras,
Afonso C.C. Valois

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.10 no.2 Manaus June 1980

https://doi.org/10.1590/1809-43921980102283

Resumo

Os resultados aqui apresentados comparando folhas diploides e poliplóides de Paullinia cupana (Guaraná) são semelhantes aos encontrados pelos mesmos autores em Hevea. Em termos gerais, há incremento no tamanho das células dos diversos tecidos poliplóides com o conseqüente incremento de espessura do mesófilo. Estes caracteres foram considerados como mais xéricos. O fato de não existir diferença em tamanho das células epidérmicas, tamanho de estômatos e número dos mesmos por unidade de área, ao comparar folhas dos dois níveis de ploidia, não permite fazer predições quanto à real tolerância dos poliplóides à seca comparados com diplóides.

Summary

The results presented in this paper in which anatomical comparisons are made between diploid and poliploid leaves of Paullinia cupana (Guaraná) are similar to those obtained by the same authors for Hevea. There is a general increase in cell size of most of the poliploid tissues which causes an increase in the thickness of the mesophyll. These characters have been considered as more xeric. The fact that no differences were found between epidermal cell sizes and size and number of stomata per unit area when comparing diploids and poliploids makes it impossible to predict drought tolerance of the poliploids as compared to the diploids.