Construção e divulgação do conhecimento no campo da Educação Popular e Saúde

Construção e divulgação do conhecimento no campo da Educação Popular e Saúde

Autores:

Marcus Vinícius Pereira da Silva

ARTIGO ORIGINAL

Interface - Comunicação, Saúde, Educação

versão impressa ISSN 1414-3283versão On-line ISSN 1807-5762

Interface (Botucatu) vol.18 supl.2 Botucatu 2014

http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622014.0258

A pesquisa se insere no campo de estudos da Informação e Comunicação em Saúde e teve como objetivo estudar os processos de construção e divulgação do conhecimento no campo da Educação Popular e Saúde (EPS), com foco nos atores acadêmicos. Esses foram selecionados, dentre a diversidade de atores no campo da EPS, com base no pressuposto de que esse campo encontra-se em fase de institucionalização nos planos epistemológico, social e político, obtendo, nos últimos anos, maior reconhecimento e visibilidade nas esferas acadêmicas, do Estado e da sociedade, o que realça a importância de estudar a atuação desses atores. Entre os atores acadêmicos foram selecionados os membros do Grupo de Trabalho de EPS da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), pois se acredita que essa seja uma importante sociedade científica e pressupõe-se que esses atores possam ser reconhecidos como expoentes no campo da EPS. Diante da complexidade e da multiplicidade de atores no campo da EPS e visto que o conhecimento pretende ser produzido de forma compartilhada, formularam-se as seguintes questões: Como o conhecimento é construído e divulgado no campo da EPS? Qual o papel dos atores acadêmicos na Rede de Educação Popular e Saúde (Redepop)? Sendo assim, a pesquisa foi estruturada em dois eixos: a EPS entendida como um campo científico e como um domínio de conhecimento/comunidade discursiva e a EPS vista como uma rede de movimento social movida por ação coletiva. A pesquisa foi dividida em três etapas: primeiramente, foi feito um levantamento de artigos sobre EPS na Biblioteca Virtual de Saúde a fim de situar a produção científica dos atores selecionados no campo científico da EPS. Posteriormente, utilizaram-se os currículos da Plataforma Lattes dos atores selecionados para identificar os canais de divulgação do conhecimento, formação e vinculação institucional. Por fim, foi enviado um questionário eletrônico para a antiga lista de discussão da Redepop e os dados foram submetidos à metodologia de Análise de Redes Sociais (ARS) a fim de identificar as posições e os papéis que os atores acadêmicos selecionados possuem na rede social de EPS. Optou-se pela Redepop por este coletivo congregar, desde sua origem, membros de diversas áreas de atuação (acadêmicos, profissionais de saúde, gestores etc.). Além disso, a lista de discussão possui representantes de outros coletivos do campo da EPS. A partir da análise dos dados, identificou-se que a maior parte dos atores acadêmicos membros do GT de EPS da Abrasco possuem graduação na área das ciências da saúde e estão vinculados a universidades ou instituições de pesquisa da área da saúde. No que se refere à divulgação do conhecimento, destacam-se como principais canais de comunicação a Revista APS, a Revista Brasileira de Educação Médica, a Revista Enfermagem da UERJ, o Congresso Brasileiro de Enfermagem e o Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva. Em relação à posição e ao papel dos membros do GT de EPS da Abrasco, estes exercem uma posição central na rede, possuem o papel de intermediar as informações e são reconhecidos como expoentes no campo da Educação Popular e Saúde.

Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.