Doze dicas para escrever um resumo para uma conferência: conselhos para investigadores iniciantes e experientes

Doze dicas para escrever um resumo para uma conferência: conselhos para investigadores iniciantes e experientes

Autores:

Juliana Carvalho Ferreira,
Cecilia Maria Patino

ARTIGO ORIGINAL

Jornal Brasileiro de Pneumologia

versão impressa ISSN 1806-3713versão On-line ISSN 1806-3756

J. bras. pneumol. vol.44 no.4 São Paulo jul./ago. 2018

http://dx.doi.org/10.1590/s1806-37562018000000217

Ao retornarmos do bem-sucedido XXXIX Congresso da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia em Goiânia, Brasil - onde mais de 600 resumos foram apresentados - e nos prepararmos para a Conferência Internacional da American Thoracic Society, cujos resumos devem ser submetidos até novembro deste ano, gostaríamos de enfatizar a importância de apresentar resumos científicos de alta qualidade em tais conferências.

Em encontros nacionais e internacionais, é comum e esperado que os pesquisadores apresentem os resultados de suas pesquisas clínicas na forma de resumos, tanto no contexto acadêmico quanto no não acadêmico, dando aos pesquisadores a oportunidade de apresentar seu trabalho pessoalmente, interagir com pesquisadores que trabalham no mesmo campo, receber feedback de colegas e publicar seus resultados como resumos em anais de conferências.

Escrever resumos claros e informativos, seguindo tanto as diretrizes da conferência quanto diretrizes endossadas internacionalmente, é muito importante por vários motivos: os resumos são usados pelos comitês de programação da conferência para selecionar os assuntos mais adequados para as apresentações orais; os resumos geralmente são disponibilizados on-line antes da conferência para que os conferencistas possam selecionar as apresentações das quais desejam participar; os resumos geralmente são publicados e, assim, podem ser citados por outros autores em suas publicações científicas; e, finalmente, os profissionais de saúde podem basear suas decisões médicas nos resultados de estudos que foram publicados apenas como um resumo de conferência. Portanto, a fim de orientar os pesquisadores sobre como escrever resumos de alta qualidade para conferências, desenvolvemos 12 dicas para pesquisadores tanto iniciantes quanto experientes:

  1. Identifique e siga cuidadosamente as diretrizes específicas sugeridas pela conferência. Normalmente, um resumo contém o seguinte: título, introdução, objetivos, métodos, resultados e conclusão; contudo, esse formato varia entre as conferências. Preste muita atenção a informações como o limite de palavras e a forma como o resumo deve ser estruturado.

  2. Siga as diretrizes endossadas internacionalmente desenvolvidas especificamente para resumos de conferências. A Rede E nhancing the QUA lity and T ransparency O f health R esearch (EQUATOR, Aprimoramento da Qualidade e da Transparência da Pesquisa em Saúde) é uma iniciativa internacional que busca melhorar a qualidade da pesquisa em saúde publicada globalmente, desenvolvendo diretrizes para vários tipos de projetos de estudo.1 Muitas diretrizes têm extensões focadas especificamente em resumos.2 Leia-as antes de começar a escrever seu resumo.

  3. Pense cuidadosamente no título porque é isso que os leitores olham primeiro. Componha um título claro e objetivo e, sempre que possível, inclua o desenho do estudo. Você pode torná-lo atraente, mas evite tentar ser esperto demais (especialmente para iniciantes).

  4. Não desperdice palavras na introdução. Seja breve e vá direto ao assunto. Economize espaço para que você possa fornecer mais detalhes nas seções de métodos e resultados, que são novas e específicas para seu estudo.

  5. Defina claramente os objetivos do estudo. O objetivo deriva de sua pergunta do estudo e deve se alinhar claramente aos resultados e à conclusão.

  6. Certifique-se de que a seção de métodos seja detalhada o suficiente - mas não técnica demais - e inclua o desenho do estudo, o local da realização, os participantes do estudo e os critérios de elegibilidade. Você também deve incluir uma descrição das variáveis importantes do estudo, como a exposição, intervenção, preditores e desfecho, bem como a abordagem analítica utilizada para responder a pergunta do estudo.

  7. Seja preciso e específico ao escrever os resultados. Relate o número de participantes que foram incluídos na análise e, o mais importante, sempre relate os resultados que realmente respondem à sua pergunta do estudo (por exemplo, a diferença entre os grupos com uma medida de precisão como um dp ou IC95%) e nunca apenas um valor de p.

  8. Seja realista na conclusão. Mencione o impacto do seu estudo, mas evite especular além do evidenciado por seus resultados; você também pode mencionar direcionamentos futuros na área de estudo, mas evite o chavão “mais estudos são necessários...”.

  9. Faça uma revisão cuidadosa da ortografia e do idioma, especialmente se você não estiver escrevendo em seu idioma nativo.

  10. Evite ou use o mínimo de abreviaturas. Os leitores podem se sentir frustrados ao ter que interromper a leitura para buscar o significado de uma abreviatura (por exemplo, EQUATOR neste artigo).

  11. Receba feedback de seus coautores, mentores e colegas de fora de sua equipe. A meta é que eles o ajudem a identificar frases pouco claras e informações inexatas ou faltantes, bem como garantir que sua escrita seja de alta qualidade. Eles também podem ajudá-lo a garantir que o título, os objetivos, os métodos, os resultados e a conclusão estejam alinhados com a pergunta do estudo.

  12. NÃO espere até o último minuto para escrever e revisar o conteúdo. Escrever e revisar o resumo quanto à qualidade sempre leva mais tempo do que você poderia imaginar. Além disso, falhas no processo de submissão são sempre possíveis, então você precisa ter tempo para entrar em contato com a equipe da conferência para pedir ajuda, caso seja necessário.

REFERÊNCIAS

1 EQUATOR network [homepage on the internet]. Oxford: University of Oxford [cited 2018 Jun 1]. Available from: /
2 Hopewell S, Clarke M, Moher D, Wager E, Middleton P, Altman DG, Schulz KF, the CONSORT Group. CONSORT for reporting randomised trials in journal and conference abstracts. Lancet. 2008;371(9609):281-3.
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.