Compartilhar

EFICIÊNCIA DA SELEÇÃO DE PLANTAS DE BERTALHA (Basella alba L. syn. B. rubra) PARA RESISTÊNCIA A NEMATÓIDES .

EFICIÊNCIA DA SELEÇÃO DE PLANTAS DE BERTALHA (Basella alba L. syn. B. rubra) PARA RESISTÊNCIA A NEMATÓIDES .

Autores:

Waldelice Oliveira de Paiva

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.13 no.2 Manaus Apr. 1983

https://doi.org/10.1590/1809-43921983132217

RESUMO:

Por meio de observações fenotípicas, em condições de infestação natural e com o uso de inoculações artificiais, avaliou-se a resistência de plantas de bertalha (Basella alba L. syn. B rubra) ao ataque de nematóides formadores de galhas, pertencentes ao complexo Meloidogyne. Duas linhas, classificadas como resistentes (R), constituíram o material selecionado. A comparação destas plantas com o material original (INPA—1) revelou que, no material selecionado, houve um aumento na porcentagem de plantas "R", isto é, com ausência de galhas nas raízes e decresceu a porcentagem das demais classes. O material selecionado apresentou ainda diferenças significativas para maior produção (ramos e folhas), quando comparadas com o material original. Para que a seleção tenha maior eficácia, sugere-se que seja usada uma população com variabilidade mais ampla, natural ou obtida por recombinação genotípica entre plantas dentro da população.

SUMMARY

The resistance of vinespinach (Basella alba L. syn. B. rubra) to wild and artifical innoculation of root-knot nematodes (Meloidogyne sp.) was evaluated. Two lines were selected as being resistent and were compared with the original material (INPA—1). There was an significant increase in the percent of plants showing an absence of root galls and better production. It is suggested that populations with greater natural variability be used for further improvement.