Compartilhar

Essência papeleira de reflorestamento. II - O Pinus caribeae (variedade hondurensis) introduzido na Amazônia ()

Essência papeleira de reflorestamento. II - O Pinus caribeae (variedade hondurensis) introduzido na Amazônia ()

Autores:

Antonio de Azevedo Correa,
Cláudio Nazareno Reis Luz

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.6 no.1 Manaus Jan. 1976

https://doi.org/10.1590/1809-43921976061075

Resumo

Uma amostra de Pinus caríbeae var. hondurensis introduzida na Amazônia foi estudada sob o ponto de vista de celulose e papel. Inicialmente mostra-se a distribuição geográfica das florestas de Pinus tropicais. Em seguida evidencia-se a utilização desta essência, como matéria-prima para a indústria de pasta e papel em alguns países em desenvolvimento, assim como as principais pesquisas visando a sua utilização. Informações da área de coleta, características dos plantios, classificação e micrometria das fibras, qualidades das pastas cruas, alvejadas e clarificadas dos diversos procedimentos são fornecidos. Concluindo-se que a despeito do material papeleiro deste resinoso não ser comparável aos Pinus do hemisfério norte, as qualidades de suas pastas o credenciam como uma essência papeleira de reflorestamento.

Summary

Samples from of the Hondurensis variety of the Caribeae Pine were studied from the pulp and paper Stand point. In this paper we present the Geographical distribution of tropical pine forestry, the utilization of this species as raw material for the pulp paper industry in some developing countries, as well as the results of the research in aspects of its utilization. Discription of collecting sites, characteristics of the experimental plantations, classification and micrometry of the Fibers, qualities of the chemical, semichemical, chemime-chamical of the pulps, bleaching, semibleaching and anbleaching pulps and the results of some processes are presented. Conclusions were not similar to that of Pines of the Northern Hamisphere, yet the quality of the pulp this wood suggests that this pine is an interesting species for tropical Paper marker's reforesting programs.