Eventos impactantes sobre o crescimento

Eventos impactantes sobre o crescimento

Autores:

Renato Soibelmann Procianoy

ARTIGO ORIGINAL

Jornal de Pediatria

versão impressa ISSN 0021-7557versão On-line ISSN 1678-4782

J. Pediatr. (Rio J.) vol.95 supl.1 Porto Alegre 2019 Epub 18-Abr-2019

http://dx.doi.org/10.1016/j.jped.2018.12.004

A principal característica da pediatria é que trata de um ser em constante crescimento e desenvolvimento. Desde o seu nascimento até a idade adulta, o crescimento e o desenvolvimento são constantes.

O pediatra tem por missão monitorar o crescimento e o desenvolvimento da criança, detectar, precocemente, seus desvios e corrigir os agravos que podem acometê-los.

Embora o crescimento e o desenvolvimento ocorram simultaneamente, neste suplemento, por uma questão didática, resolvemos abordar alguns aspectos diretamente relacionados com o crescimento sem enfocar as suas repercussões sobre o desenvolvimento da criança. Sabemos que ambos os fenômenos estão intimamente relacionados, mas fizemos essa opção para tornar o enfoque mais específico.

O nascimento prematuro e a desnutrição intrauterina são situações que merecem uma atenção especial por suas repercussões no crescimento pós-natal e a eventual possibilidade de desenvolvimento de síndrome metabólica em médio e longo prazo.1,2 O aleitamento materno é uma opção para proteção do recém-nascido e do lactente, mas é importante que o pediatra atente para o fato de que o crescimento dessas crianças difere daquelas que são alimentadas por fórmulas.3 Alterações de sono, infecções pós-natais, modificações do ambiente, manifestações alérgicas, disfunções imunitárias e exercícios físicos podem impactar negativamente ou positivamente no crescimento linear da criança.4-6 A função do pediatra é identificar essas situações, saber manejá-las para promover um crescimento adequado do seu paciente.

Este suplemento objetiva dar subsídios aos nossos leitores para que possam identificar situações críticas que impactam no crescimento infantil.

REFERÊNCIAS

1 Heidemann LA, Procianoy RS, Silveira RC. Prevalence of metabolic syndrome-like in the follow-up of very low birth weight preterm infants and associated factors. J Pediatr (Rio J). 2018, , pii:S0021-7557(17)30956-7.
2 Embleton ND, Wood C. Metabolic outcomes in very low birthweight and preterm infants in later life. J Pediatr (Rio J). 2018, , piiS0021-7557(18)30684-3.
3 Dewey KG, Heinig MJ, Nommsen LA, Peerson JM, Lonnerdal B. Growth of breast-feeing and formula fed infants from 0 to 18 months: the DARLING Study. Pediatrics. 1992;89:1035-41.
4 Ersoy B, Yuceturk AV, Taneli F, Urk V, Uyanik BS. Changes in growth pattern, body composition and biochemical markers of growth after adenotonsillectomy in prepubertal children. Int J Pediatr Otorhinolaryngol. 2005;69:1175-81.
5 Wong SC, Macrae VE, Mcgrogan P, Ahmed SF. The role of pro-inflammatory cytokines in inflammatory bowel disease growth retardation. J Pediatr Gastroenterol Nutr. 2006;43:144-55.
6 Tarasiuk A, Berdugo-Boura N, Troib A, Segev Y. Role of growth hormone-releasing hormone in sleep and growth impairments induced by upper airway obstruction in rats. Eur Respir J. 2011;38:870-7.
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.