Flebotomíneos (Díptera: Psychodidae) de uma Floresta Primária de Terra Firme da Estação Experimental de Silvicultura Tropical, Estado do Amazonas, Brasil

Flebotomíneos (Díptera: Psychodidae) de uma Floresta Primária de Terra Firme da Estação Experimental de Silvicultura Tropical, Estado do Amazonas, Brasil

Autores:

Artur Gomes DIAS-LIMA,
Eloy G. CASTÉLLON,
Ítalo SHERLOCK

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967

Acta Amaz. vol.33 no.2 Manaus Apr./June 2003

https://doi.org/10.1590/1809-4392200332316

RESUMO

Estudos sobre o levantamento da fauna de flebótomos foram realizados numa floresta primária de terra firme da Estação Experimental de Silvicultura Tropical (EEST) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), durante os meses de outubro de 1998 a março de 1999. Utilizando-se de armadilhas luminosas CDC colocadas a 1m, 10m e 20 metros de altura do solo, foram coletados 7.409 flebótomos, pertencentes a dois gêneros, Lutzomyia (99,98 %) e Brumptomyia (0,02%), abrangendo 39 espécies. Dentro do gênero Lutzomyia, os subgêneros mais representados foram Nyssomyia, com 39,43%, e Psychodopygus com 22,68%. O número de flebotomíneos coletados foi crescente, a partir do início da estação chuvosa.

Palavras-Chave: flebotomíneos; leishmaniose; Amazônia

ABSTRACT

Studies about sand flies fauna were carried out in a non-flooded primary forest at the Experimental Station of Tropical Forest - National Institute of Amazon Research, between October 1998 and March 1999. CDC light traps were placed at 1m, 10m and 20 meters above ground level. 7.409 phlebotomines were collected, belonging to the genera, Lutzomyia (99,98%) and Brumptomyia (0,02%), represented by 39 species. In the genus Lutzomyia, the more frequent subgenus was Nyssomyia, with 39,43%, followed by Psychodopygus with 22,68%. The number of sandflies collected was increased, from the beginning of the rainy station.

Key words: sandflies; leishmaniasis; Amazon

Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.