Insetos associados à cultura da soja no estado do Acre, Brasil

Insetos associados à cultura da soja no estado do Acre, Brasil

Autores:

Marcílio José THOMAZINI

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.31 no.4 Manaus Oct./Dec. 2001

https://doi.org/10.1590/1809-43922001314681

RESUMO

A soja é uma cultura em expansão na região Norte e, no Estado do Acre está em fase de adaptação, o que pode levar ao surgimento de insetos e o comprometimento da produção dessa oleaginosa. Por isto, estudou-se a incidência de pragas e de seus inimigos naturais em onze cultivares de soja, em faixas de 40 χ 8m (320m2), em uma área de 3520m2. Em cada faixa monitorada, delimitou-se uma área de 80m2, onde não houve controle de pragas. Semanalmente, foram realizadas, em cada cultivar, duas amostragens na área pulverizada com inseticidas e duas em área não pulverizada, utilizando-se o método do pano de batida. Além disso, foram coletados ovos de percevejos-praga para determinação do nível de parasitoidismo dos mesmos. O principal inseto desfolhador foi Cerotoma tingomarianus Bechyné (Coleoptera: Chrysomelidae), que causou maior desfolha nas áreas não pulverizadas, enquanto Lebia concinna Germar (Coleoptera: Carabidae), Callida sp. (Coleoptera: Carabidae) e Tropiconabis sp. (Hemiptera: Nabidae) foram os predadores mais observados. Os percevejos sugadores de sementes mais representativos foram Piezodorus guildinii Westwood (Hemiptera: Pentatomidae) e Euschistus heros Fabr. (Hemiptera: Pentatomidae), que tiveram 39,9 e 53,3% de seus ovos parasitoidados, sendo 94,5 e 100,0% do parasitoidismo dos ovos desses percevejos efetuado pelo microhimenóptero Telenomus podisi Ashmead (Hymenoptera: Scelionidae).

Palavras-Chave: Glycine max; insetos-praga; parasitóides; predadores

ABSTRACT

The soybean crop is increasing in the northern region of Brazil and it is in adaptation to local conditions of the State of Acre, which raises the possibility of occurrence of insect pests. For this reason soybean pests and their natural enemies were studied in eleven soybean cultivars planted in strips of 40 χ 8m (320m2) in 3520m2. An area of 80m2 in each strip received no insecticide. Four samplings were made each week in each strip (two samplings were made on each controlled and non controlled areas) with a beating cloth method. Stink bug eggs were collected aiming to evaluate parasitoidism level of soybean pests. The most abundant insect was Cerotoma tingomarianus Bechyné (Coleoptera: Chrysomelidae), with higher defoliation in the non controled area, while main predators were Lebia concinna Germar (Coleoptera: Carabidae), Callida sp. (Coleoptera: Carabidae) and Tropiconabis sp. (Hemiptera: Nabidae). Main seed sucking bugs were Piezodorus guildinii Westwood (Hemiptera: Pentatomidae) and Euschistus heros Fabr. (Hemiptera: Pentatomidae), with parasitoidism of 39.9 and 53.3% of eggs of those bugs, respectively. Telenomus podisi Ashmead (Hymenoptera: Scelionidae) was the most frequent parasitoid with 94.5 and 100.0% of eggs of P. guildinii and E. heros parasitized by this natural enemy respectively.

Key words: Glycine max ; insect pests; parasitoids; predators

Texto disponível apenas em PDF
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.