Compartilhar

Madeiras tropicais: análise econômica das principais espécies florestais exportadas

Madeiras tropicais: análise econômica das principais espécies florestais exportadas

Autores:

Humberto ANGELO,
Alexandre Anders BRASIL,
Joaquim dos SANTOS

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.31 no.2 Manaus Apr./June 2001

https://doi.org/10.1590/1809-43922001312248

RESUMO

Este trabalho trata do comportamento das exportações brasileiras de madeiras tropicais por espécie, no período de 1980-98. O desenvolvimento de modelos de tendência foi utilizado para estimar a taxa de crescimento e explicar o comportamento das exportações. As principais espécies tropicais exportadas nesse período foram, em ordem decrescente, mogno, jatobá, virola, cedro, angelim, ipê, andiroba, sucupira, tatajuba, cedrorana, assacu, cerejeira, pau-marfim, freijó e jacarandá. Apenas seis espécies representaram 40% do volume e do valor total exportado. As espécies classificadas como outras aumentaram suas exportações na década de 90. Espécies como mogno, virola, andiroba, sucupira e freijó apresentaram taxas decrescentes, ao passo que jatobá, cedro, ipê e cerejeira expandiram sua participação no mercado internacional de madeiras tropicais. O preço de todas as espécies mostra uma tendência positiva ao longo do período estudado e valores relativamente baixos, quando comparados ao preço do mogno.

Palavras-Chave: Análise econômica; madeiras tropicais; exportações e Brasil

ABSTRACT

This work analyses Brazilian tropical wood exports for principal forest species, over the period of 1980-98. Tendency models were built to estimate the growth rate and to explain the export performance for each species. The results pointed out that the principal tropical species exported were, in decreasing order, mahogany, jatoba, virola, cedar, angelim, ipe, andiroba, sucupira, tatajuba, cedrorana, assacu, cerejeira, pau-marfim, freijo and jacaranda. Only six species represented 40% of volume and total exported revenue. The species said less known increased their exports from 1991. The exported volume of mahogany, virola, andiroba, sucupira and freijo decreased, on the other hand jatoba, cedar, ipe and cerejeira have increased their share in the international market. About price, all studied species showed a positive tendency along studied period and value relatively low in comparison to the mahogany price..

Key words: Economic analysis; tropical wood; exports; Brazil

Texto disponível apenas em PDF