Malária por Plasmodium falciparum: outra infecção de interesse para o pneumologista

Malária por Plasmodium falciparum: outra infecção de interesse para o pneumologista

Autores:

Edson Marchiori,
Gláucia Zanetti,
Bruno Hochhegger,
Clarissa Canella,
Klaus Loureiro Irion

ARTIGO ORIGINAL

Jornal Brasileiro de Pneumologia

versão impressa ISSN 1806-3713

J. bras. pneumol. vol.39 no.6 São Paulo nov./dez. 2013

http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132013000600015

Ao Editor:

Embora a tuberculose seja o tema principal da maioria dos artigos sobre infecções pulmonares recentemente publicados na literatura brasileira,( 1 - 4 ) doenças infecciosas menos comuns têm sido descritas e merecem atenção. Foram recentemente publicados estudos sobre pneumonia por vírus parainfluenza 3,( 5 ) criptosporidiose pulmonar,( 6 ) histoplasmose( 7 ) e pulmão dos criadores de aves.( 8 ) Gostaríamos de ressaltar outra infecção que pode causar doença pulmonar difusa e que é comum em regiões tropicais e subtropicais extensas: a malária, causada pelo protozoário Plasmodium sp.

Relatamos o caso de um homem de 38 anos de idade, nascido no estado do Amazonas, Brasil, que apresentou febre intermitente, calafrios, dispneia e hematúria. Exames laboratoriais detectaram anemia e elevação das transaminases, e o esfregaço de sangue foi positivo para Plasmodium falciparum. A radiografia de tórax revelou infiltrado pulmonar bilateral, ao passo que a TC revelou espessamento de septos interlobulares, áreas de consolidação e derrame pleural bilateral, o que sugeriu a presença de edema pulmonar (Figura 1). O paciente apresentou boa resposta aos antimaláricos e recebeu alta do hospital depois de 11 dias.

Figura 1  Imagem de TC axial obtida ao nível dos lobos inferiores, mostrando espessamento de septos interlobulares, consolidação no pulmão direito e derrame pleural bilateral. 

A malária é uma doença transmitida por vetores que é causada por Plasmodium spp. (P. falciparum, P. vivax, P. malariae e P. ovale) e que é um grave problema de saúde pública mundial. Quase um milhão de pessoas morrem anualmente em virtude de complicações da doença, que é endêmica em regiões tropicais e subtropicais. A picada de um mosquito anofelino infectado transmite o agente infeccioso à corrente sanguínea por meio da invasão de eritrócitos. Os eritrócitos parasitados prejudicam a perfusão, nutrição e oxigenação de tecidos, especialmente o cérebro.( 9 - 11 ) A infecção por P. falciparum pode resultar em complicações potencialmente letais, tais como malária cerebral, insuficiência renal aguda e acometimento pulmonar.

Manifestações pulmonares ocorrem em 3-10% dos pacientes e variam de casos assintomáticos a edema pulmonar fatal causado por vazamento capilar.( 11 ) Embora os pacientes com malária não complicada geralmente apresentem febre e sintomas inespecíficos, a malária grave e complicada é caracterizada por envolvimento de múltiplos órgãos, inclusive lesão pulmonar aguda e SARA.( 9 ) O edema pulmonar é uma das principais complicações da malária grave, com elevada taxa de mortalidade. É muitas vezes difícil distinguir edema pulmonar de SARA.( 10 ) O edema pulmonar associado à malária ocorre caracteristicamente na ausência de insuficiência cardíaca ou sobrecarga de fluidos.

Em pacientes com lesão pulmonar aguda/SARA causada por malária, a radiografia de tórax pode revelar opacidades bilaterais e aumento da trama intersticial imitando o padrão observado em pacientes com SARA atribuída a outras causas.( 9 ) Pequenos derrames pleurais podem ser observados. O edema pulmonar pode ocorrer precocemente, em virtude da parasitemia elevada, ou mais tarde, em virtude da alteração prolongada da permeabilidade capilar na malária grave.( 11 ) A malária é diagnosticada parasitologicamente e é geralmente confirmada por esfregaço de sangue periférico, espesso (para detecção de parasitemia) e fino (para identificação da espécie).( 9 , 11 ) Em pacientes com malária grave e complicada, a administração precoce de terapia antimalárica específica salva vidas. Quinino e derivados de artemisinina são atualmente usados no tratamento parenteral de malária grave e complicada.( 9 - 11 )

REFERÊNCIAS

1. Santos Neto M, da Silva FL, de Sousa KR, Yamamura M, Popolin MP, Arcêncio RA. Clinical and epidemiological profile and prevalence of tuberculosis/HIV co-infection in a regional health district in the state of Maranhão, Brazil. J Bras Pneumol. 2012;38(6):724-32. PMid:23288117
2. Ribeiro LB, Magalhães V, Magalhães M. Primary and acquired pyrazinamide resistance in patients with pulmonary tuberculosis treated at a referral hospital in the city of Recife, Brazil. J Bras Pneumol. 2012;38(6):740-7. PMid:23288119
3. Traebert J, Ferrer GC, Nazário NO, Schneider IJ, Silva RM. Temporal trends in tuberculosis-related morbidity and mortality in the state of Santa Catarina, Brazil, between 2002 and 2009. J Bras Pneumol. 2012;38(6):771-5. PMid:23288124
4. Telles MA, Menezes A, Trajman A. Bottlenecks and recommendations for the incorporation of new technologies in the tuberculosis laboratory network in Brazil. J Bras Pneumol. 2012;38(6):766-70. PMid:23288123
5. Asai N, Ohkuni Y, Kaneko N, Kawamura Y, Aoshima M. A successfully treated case of parainfluenza virus 3 pneumonia mimicking influenza pneumonia. J Bras Pneumol. 2012;38(6):810-2. PMid:23288130
6. Albuquerque YM, Silva MC, Lima AL, Magalhães V. Pulmonary cryptosporidiosis in AIDS patients, an underdiagnosed disease. J Bras Pneumol. 2012;38(4):530-2. PMid:22964939
7. Dall Bello AG, Severo CB, Guazzelli LS, Oliveira FM, Hochhegger B, Severo LC. Histoplasmosis mimicking primary lung cancer or pulmonary metastases. J Bras Pneumol. 2013;39(1):63-8. PMid:23503487
8. Komiya K, Ishii H, Tsubone T, Okabe E, Matsumoto B, Kadota J. Bird fancier's lung complicated by pulmonary nocardiosis. J Bras Pneumol. 2013;39(1):102-7. PMid:23503493
9. Mohan A, Sharma SK, Bollineni S. Acute lung injury and acute respiratory distress syndrome in malaria. J Vector Borne Dis. 2008;45(3):179-93. PMid:18807374
10. Mishra SK, Mohanty S, Mohanty A, Das BS. Management of severe and complicated malaria. J Postgrad Med. 2006;52(4):281-7. PMid:17102547
11. Tsang KW, File TM Jr. Respiratory infections unique to Asia. Respirology. 2008;13(7):937-49. PMid:18945321
Termos de Uso | Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.