Medidas de QTc e QTcd e suas Relações com Hipertrofia Ventricular Esquerda em Pacientes em Hemodiálise

Medidas de QTc e QTcd e suas Relações com Hipertrofia Ventricular Esquerda em Pacientes em Hemodiálise

Autores:

Sora Yasri,
Viroj Wiwanitkit,
Maria Angélica Gonçalves Alonso,
Valentine de Almeida Costa de Castro Lima,
Maria Angela Magalhães de Queiroz Carreira,
Jocemir Ronaldo Lugon

ARTIGO ORIGINAL

Arquivos Brasileiros de Cardiologia

versão impressa ISSN 0066-782Xversão On-line ISSN 1678-4170

Arq. Bras. Cardiol. vol.110 no.6 São Paulo jun. 2018

https://doi.org/10.5935/abc.20180096

Caro Editor,

Lemos a publicação sobre "Medidas de QTc e QTcd e suas Relações com a Hipertrofia Ventricular Esquerda em Pacientes em Hemodiálise", que é muito interessante.1 Alonso et al.,1 concluíram que "Descobrimos que o intervalo QTc, em contraste com o QTcd, é uma medida reprodutível e confiável e mostrou uma correlação fraca, mas positiva, com o IMVE em pacientes em HD". Esse estudo utilizou um grupo de controle não-pareado; portanto, pode-se esperar o viés de seleção. De fato, a hipertrofia pode ser esperada em um paciente em hemodiálise que poderia ter síndrome metabólica e doença vascular subjacentes.2 Para testar a reprodutibilidade, é necessária a repetição da análise e há uma necessidade de avaliar a precisão intra- e inter-análise. No presente relato, não é possível concluir que o teste tenha boa reprodutibilidade.

REFERÊNCIAS

1 Alonso MAG, Lima VAC, Carreira MAM, Lugon JR. Reproducibility and reliability OF QTe and QTed measurements and their relationships with left ventricular hypertrophy in hemodialysis patients. Arq Bras Cardiol.2017;109(3):222-30.
2 Chirakarnjanakorn S, Navaneethan SD, Francis GS, Tang WH. Cardiovascular impact in patients undergoing maintenance hemodialysis: clinical management considerations. Int J Cardiol. 2017;232:12-23.
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.