Morfologia Polínica de Populações Amazônicas de Elaeis oleifera

Morfologia Polínica de Populações Amazônicas de Elaeis oleifera

Autores:

Lúcia Helena Pinheiro MARTINS,
Ires Paula de Andrade MIRANDA,
Cley Donizeti NUNES

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967

Acta Amaz. vol.33 no.2 Manaus Apr./June 2003

https://doi.org/10.1590/1809-4392200332166

RESUMO

Elaeis oleifera (Kunth) Cortés - Arecaceae (caiaué) apresenta características vantajosas para a hibridação com o dendê E. guineensis que variam entre populações. Com o objetivo de contribuir para a discriminação de populações amazônicas, caracterizou-se a morfologia do pólen de dez populações de caiaué (Acajatuba, Amatari, Autazes, BR-174, Careiro, Manicoré, Maués, Moura, Novo Aripuanã e Tefé). Utilizou-se o método da acetólise para eliminação do conteúdo celular e observou-se o tamanho, forma, abertura e superfície dos grãos de pólen. A população Novo Aripuanã apresentou maior tamanho médio dos grãos de pólen (49,0 μm) e as populações Amatari, BR-174 e Moura os menores (42,5 a 44,0 μm). Os grãos de pólen são elípticos ou piriformes, com abertura monocolpada e superfície microrreticulada. Observou-se, também, anormalidades morfológicas em alguns grãos. A morfologia polínica separou as populações amazônicas em três grupos e, quando associada a outras análises (isoenzimas e DNA), pode representar uma ferramenta importante na discriminação de populações.

Palavras-Chave: palinologia; palmeiras; caiaué; descritores; discriminação de populações

ABSTRACT

Elaeis oleifera (Kunth) Cortés (American oil palm) has advantageous characteristics for hibridization with E. guineensis which vary among populations. In order to contribute to population discrimination, we studied pollen morphology of ten Amazonian populations (Acajatuba, Amatari, Autazes, BR-174, Careiro, Manicoré, Maués, Moura, Novo Aripuanã, Tefé). The acetolysis method was used to eliminate cell contents and enable observations on pollen size, shape, aperture and exine surface. Pollen grains from the Novo Aripuanã population had the largest mean grain size (49 μm) and populations from Amatari, BR-174 and Moura the smallest (42.5 to 44 μm). Pollen is elliptic or piriform, aperture type is monocolpate and exine surface is microreticulate. Pollen grains with morphological abnormalities were also found. Pollen morphology discriminated three groups of Amazonian populations and offers an important tool for population discrimination, especially when associated with other analyses.

Key words: palynology; palms; American oil palm; descriptors; population discrimination

Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.