O uso de caixas excito-repelentes com Anopheles darlingi Root, A. nuneztovari Gabaldon e Culex pipiens quinquefasciatus Say obtidos em áreas perto de Manaus, Amazonas

O uso de caixas excito-repelentes com Anopheles darlingi Root, A. nuneztovari Gabaldon e Culex pipiens quinquefasciatus Say obtidos em áreas perto de Manaus, Amazonas

Autores:

J. Derek Charlwood,
Norivai D. Paraluppi

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.8 no.4 Manaus Dec. 1978

https://doi.org/10.1590/1809-43921978084605

Resumo

Caixas contendo DDT foram usadas para realizar testes de excito-repelência em populações de Anopheles darlingi, A. nuneztovari e Culex pipiens quinquefasciatus nas proximidades da cidade de Manaus, Amazonas. As duas espécies de anofelinos mostraram uma fuga rápida do DDT, enquanto que a população de Culex apresentou uma alta resistência, sendo pouco influenciada pela presença do inseticida. Foram usadas também caixas como armadilhas de repouso para os Culex, e neste caso houve pouca diferença entre a caixa com DDT e a de controle. Discute-se a necessidade de padronizar testes de excito-repelência para elucidar o conceito desta resistência comportamental.

Summary

Excito-repellancy boxes were used to test the effect of DDT on populations of Anopheles darlingi, A. nuneztovari and Culex pipiens quinquefasciatus from in and around the city of Manaus, Amazonas. The two Anopheline species showed marked escape responses whereas the very resistant Culex population was little affected. The test boxes were also used as resting traps for C. P. quinquefasciatus and in this case slight differences 'between 'the DDT' sprayed box and an unsprayed control were evident. The need to standardize excito-repellancy testes' in order to clarify the concept of behavioural resistance is discussed.

Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.