Os peixes de um lago de várzea da Amazônia Central (Lago Janauacá, Rio Solimões) e suas relações com os crustáceos ectoparasitas (Branchiura: Argulidae)

Os peixes de um lago de várzea da Amazônia Central (Lago Janauacá, Rio Solimões) e suas relações com os crustáceos ectoparasitas (Branchiura: Argulidae)

Autores:

José Celso de Oliveira Malta

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.14 no.3-4 Manaus Sept./Dec. 1984

https://doi.org/10.1590/1809-43921984143372

RESUMO

Durante um período de treze meses, de março de 1979 a março de 1980, excursões semanais foram realizadas ao Janauacá, um complexo de, l.agos de várzea da Amazônia Central. Miltrezentos e trinta e cinco peixesde cinco ordens, dezenove famílias e. oitenta espécies foram examinados, visando a determinar os índices naturais de infestação por crustáceos da subclasse Branchiura. Dos peixes examinados 11% estavam parasitados e apresentaram uma média de cinco crustáceos por peixe. Os maiores índices de infestação ocorreram nos Siluroides, 29% de prevalência e 18,5 de intensidade de infestação, seguidos pelos Characoides com 8,4% e 2,5. Os Perciformes apresentaram o terceiro maior índi.ce, 7,4% de. prevalência e 2,0 de intensidade de infestação. Os menores índices ocorreram nos Osteoglossiformes, 3,0% e 5,0 e nos Clupeiformes com 4,0% e 1,0. Durante o período de coletas, dezoito espécies de peixes não ocorreram parasitadas por branquiuras. Catorze espécies de branquiuros foram coletados no lago Janauacá. Alguns aspectos taxionómicos , biogeográficos e econômicos dos peixes são abordados

ABSTRACT

Atotal of one thousand three hundred and thihly five fish belonging to five orders, nineteen families and eighty species were caught in lago Janauacá, a floodplain lake, of the Amazon near Manaus. The natural infestation of Branchiura crustaceans on these fish was studied during a one year-period, March 1979 - March 1980. Fourteen species of Branchiura were collected and 11 percent of the fish were infected with, an average of5 parasites per host. The greatest infestations occurred in the Siluroids, with a prevalence Of 29% and a mean intensity of 18,5. Next were the Characoids with 8,4% and 2,5. The perciformes were third with 7,4% and 2,0. Few infestations occurred in the Osteoglossiformes, with 3,0% and 5,0 and in the Clupelformes, 4,0% and 1,0.Eighteen species offish were not parasitized by Branchiuna crustaceans. Taxonomic, biogeographical and commercial aspects of the fish are discussed.