Prática clínica e pesquisa em fisioterapia: compromisso da revista Fisioterapia e Pesquisa

Prática clínica e pesquisa em fisioterapia: compromisso da revista Fisioterapia e Pesquisa

Autores:

Raquel Aparecida Casarotto,
Marisa de Cássia Registro Fonseca,
Amelia Pasqual Marques

ARTIGO ORIGINAL

Fisioterapia e Pesquisa

versão impressa ISSN 1809-2950versão On-line ISSN 2316-9117

Fisioter. Pesqui. vol.27 no.1 São Paulo jan./mar. 2020 Epub 06-Abr-2020

http://dx.doi.org/10.1590/1809-2950/00000027012020

O desenvolvimento de uma nação depende da produção de conhecimentos gerados e difundidos em todas as áreas da ciência. Em sua prática clínica, os fisioterapeutas, profissionais da saúde, não poderiam proporcionar aos seus pacientes as melhores e mais eficazes abordagens terapêuticas sem a contribuição da ciência, através da prática baseada em evidências.

O Brasil está em 15º lugar na produção científica mundial, de acordo com o SCimago Journal Ranking1, mesma fonte de dados que aponta o Brasil em oitavo lugar na produção científica mundial na área da fisioterapia, terapia esportiva e reabilitação. A produção científica brasileira ocupa o primeiro lugar na América Latina e 18º no índice H de citações mundiais.

Apoiar a pesquisa e seu desenvolvimento em todas as instituições que produzem conhecimento é vital para boas práticas profissionais no país.

Uma pesquisa que não apenas encontra práticas para melhorar a vida dos cidadãos brasileiros como entende que uma parte da ciência desenvolvida aqui contribuirá para que cidadãos em todas as partes do mundo, que necessitam de cuidados de promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamento e reabilitação, possam usufruir dos conhecimentos gerados pelos fisioterapeutas brasileiros. O nosso Sistema Único de Saúde foi estruturado e ainda precisa ser consolidado utilizando pesquisas de alto impacto e qualidade na fisioterapia.

A revista Fisioterapia e Pesquisa é um espaço para que pesquisadores e clínicos brasileiros e de outros países que atuam em promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamento e reabilitação possam trazer novas ideias e conceitos baseados em metodologias robustas, de alta qualidade, consolidando a prática profissional. O grande desafio, portanto, é trabalhar para que o planejamento e a execução dos estudos, experimentais ou observacionais, sejam estruturados em guidelines consolidados, como CONSORT, STROBE, PRISMA e COSMIN, contribuindo para trazer evidências externas aos achados analisados.

A fisioterapia precisa continuar a ser destaque na área da saúde em todos os níveis de atuação.

Para trazer ao leitor, de maneira dinâmica, a informação de qualidade vinda dos autores das pesquisas, uma revista precisa contar com um grupo de profissionais que doem seu tempo e expertise para analisar todo o material que recebe, ajudando a selecionar criteriosamente o conteúdo de cada publicação.

A todos os colaboradores da revista Fisioterapia e Pesquisa, nosso muito obrigado.

Raquel Aparecida Casarotto Marisa de Cássia Registro Fonseca Amelia Pasqual Marques Editoras da revista Fisioterapia e Pesquisa

REFERÊNCIAS

1. SCImago Journal & Country Rank [Internet]. [place unknown]: SCImago J Country Rank; c2007-2020 [cited 2020 Mar 3]. Available from: Available from:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.