Compartilhar

Prefácio

Prefácio

Autores:

Jocemir Ronaldo Lugon,
Jose Luis Bevilacqua,
Maria Eugênia Fernandes Canziani

ARTIGO ORIGINAL

Brazilian Journal of Nephrology

versão impressa ISSN 0101-2800

J. Bras. Nefrol. vol.36 no.1 supl.1 São Paulo jan./mar. 2014

http://dx.doi.org/10.5935/0101-2800.2014S001

A anemia ainda é uma complicação frequente em pacientes com doença renal crônica e sua presença está associada à pior qualidade de vida e maior mortalidade. O tratamento da anemia traz, comprovadamente, benefícios a essa população, entretanto, dados recentes apontam para riscos relacionados tanto ao uso de eritropoetina quanto à suplementação de ferro.

Devido a publicações recentes de estudos clínicos relacionadas ao tratamento da anemia em pacientes com DRC, criou-se a necessidade de uma nova atualização da Diretriz da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN). A formatação da diretriz publicada em 2007 foi mantida, incorporando-se, a cada tópico, as informações atuais contidas em diretrizes internacionais, especialmente no Kidney Disease Improving Global Outcomes (KDIGO) 2012 e European Renal Best Practice (ERBP) 2013.1,2

Em outubro de 2013, na sede da SBN, foi realizada uma reunião para confecção da redação final do documento, com a presença de todos os envolvidos. Vale ressaltar que diretrizes médicas não têm qualquer caráter impositivo, assim este documento foi elaborado para nortear a conduta dos colegas envolvidos com o manuseio da anemia da doença renal crônica.

REFERÊNCIAS

1. KDIGO anemia workgroup. KDIGO clinical practice guideline for anemia in chronic kidney disease. Kidney Int Suppl 2012;2:279-335.
2. Locatelli F, Bárány P, Covic A, De Francisco A, Del Vecchio L, Goldsmith D, et al.; ERA-EDTA ERBP Advisory Board. Kidney Disease: Improving Global Outcomes guidelines on anaemia management in chronic kidney disease: a European Renal Best Practice Position Statement. Nephrol Dial Transplant 2013;28:1346-59.