RBCCV tem acesso recorde em 2013

RBCCV tem acesso recorde em 2013

Autores:

Domingo M. Braile

ARTIGO ORIGINAL

Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery

versão impressa ISSN 0102-7638

Rev Bras Cir Cardiovasc vol.29 no.1 São José do Rio Preto jan./mar. 2014

http://dx.doi.org/10.5935/1678-9741.20140001

Em 2013, a Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular/Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery (RBCCV/BJCVS) teve motivos especiais para comemorar: o crescimento de mais de 65% no número de visitas ao nosso site (www.rbccv.org.br) em relação a 2012. Passamos de 788.564 para 1.307.934 acessos, média de mais de 3.500 visitantes/dia, com um pico, em abril, de 7.420 em apenas um dia (Figura 1)! Se somarmos aos acessos via nossa página na SciELO (www.scielo.br/rbccv), foram mais de 1,9 milhão de visitas no ano passado, média de quase 5.300 visitantes por dia. Internautas de mais de 110 países estiveram em nosso site.

Fig. 1 Gráfico mostrando os acessos ao site da RBCCV/BJCVS em 2013. Fig. 2  

O total de impressões de páginas em 2013 (requisição do navegador de um visitante para uma página web que possa ser exibida) foi de 55.020.119, crescimento de 16% sobre o ano anterior (47.232.073), média em 2013 de 150.740,11 por dia (Figura 2). Em relação aos gigabytes (GB) transferidos, a elevação alcançou 23%, subindo de 469,65 GB, em 2012, para 578,47 GB, no ano passado. A média diária foi 1,58 GB (Figura 3). Existe uma tendência de valorizar as publicações pelo número de acessos ou pelo número de GB decorrentes desses acessos. Certamente, esse recurso moderno seria mais um marcador da importância e da disseminação de uma Revista.

Fig. 2 Gráfico com as impressões de página da RBCCV/BJCVS em 2013. 

Fig. 3 Gráfico com os Gigabytes (GB) transferidos no site da RBCCV/BJCVS em 2013. 

Essa performance nos deixa extremamente satisfeitos, por comprovar a visibilidade cada vez maior da RBCCV/BJCVS, e a importância de ter a revista disponível nas mais diversas mídias, possibilitando o acesso em qualquer hora e lugar. Finalizamos a implementação de novas tecnologias para a edição online, como os aplicativos para Smartphones e Tablets, tanto nos sistemas operacionais IOS como nos que utilizam Android. Dessa forma, em qualquer dispositivo conectado à Internet, a nossa Revista pode ser vista em sua íntegra na extensão PDF. Em todos eles aparecerá um símbolo (Figura 4), bastando clicar no mesmo para entrar nas Edições da RBCCV/BJCVS. Solicitamos que experimentem mais essa facilidade e nos dêem seu feedback, que será muito útil para o aperfeiçoamento constante da nossa Revista.

Fig. 4 Ícone do App da RBCCV/BJCVS para Smartphones e Tablets. 

Por outro lado, esse desempenho de nossa Revista reforça a minha percepção, como descrito acima, de que esse tipo de acesso ao conteúdo das revistas deveria ser levado em conta pela CAPES e pelas agências de fomento ao classificarem as publicações. Assim, deixar-se-ia de avaliar uma revista apenas pelos critérios atuais, como Fator de Impacto (FI), SCImago Journal Rank, índice H, entre outros; isso ampliaria o leque de opções e daria fôlego a centenas de periódicos da Área da Saúde, que, por serem publicações restritas a especialidades, como a RBCCV/BJCVS (só consultada por uma comunidade restrita), não podem ser comparadas ao New England Journal of Medicine, por exemplo, que interessa a médicos de diferentes especialidades, bem como a profissionais de áreas afins e pesquisadores. Assim, o número de citações das Revistas de especialidades jamais atingirá os níveis de uma genérica. Os periódicos pares do nosso, mesmo no primeiro mundo, têm FI irrelevante no computo geral (o FI do Journal of Thoracic and Cardiovascular Surgery é 3.526, do Annals of Thoracic Surgery, 3.454, e do European Journal of Cardio-Thoracic Surgery, 2.674), não podendo ser comparado ao FI do já citado New England Journal of Medicine, que é de 51.658! Por mais evidentes que sejam essas colocações, a CAPES é impenetrável a esse raciocínio.

Nenhuma revista brasileira atinge hoje o nível A1 ou A2 do exigente Qualis CAPES.

A Revista Brasileira de Psiquiatria, com 1.856, é a que tem o maior FI entre as 100 publicações nacionais que estão na base da Thomson Reuters!

Mais três artigos publicados na RBCCV/BJCVS foram destaque entre os "top 20" do site de buscas BioMedLib (www.biomedlib.com). Dessa vez, o bom desempenho coube aos artigos da série "Cardiac surgery: the infinite quest", do Dr. Rodolfo Neirotti, publicados nas edições 27.4, 28.1 e 28.2.

Outra novidade é que, após 2 anos, a nossa revista voltou a ser contemplada com o Auxílio Editorial do CNPq. A verba de R$ 30 mil, embora esteja longe do solicitado, será útil para ajudar a pagar as despesas, sempre crescentes.

Incentivados pelo crescimento dos acessos e por essas boas notícias, continuaremos a aperfeiçoar a RBCCV/BJCVS, a fim de que possamos oferecer aos leitores o melhor conteúdo e os melhores recursos que a informática tem a nos oferecer. Nesta edição, dois trabalhos ("Proposal of renal artery's ostial projection under virtual geometric correction in infrarenal aneurysms: initial results of a pilot study", pág. XX, e "Mammary artery harvesting with the da Vinci Si robotic system", pág. YY) agregam vídeos em seu conteúdo.

Estamos finalizando, juntamente com a GN1, nossa parceira desde 2005, uma ferramenta que vai permitir que o vídeo seja enviado pelo site no momento da submissão do artigo.

Mudança na edição impressa

Em função do aumento dos custos de impressão, impulsionados pela subida do dólar, o Corpo Editorial da Revista, com aval da Diretoria da SBCCV, decidiu que as imagens da edição impressa serão publicadas em preto e branco, mesmo que sejam enviadas em cores. Assim, será possível reduzir o valor da impressão. Sempre que um artigo tiver imagens enviadas originalmente em cores, haverá o aviso no final do mesmo remetendo o leitor para a edição online, onde as figuras, gráficos e tabelas serão apresentadas em cores, podendo ser copiadas com facilidade.

Congresso da SBCCV

De 3 a 5 de abril, acontecerá, em Porto de Galinhas, PE, o 41º Congresso da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV), juntamente com 4º Simpósio de Enfermagem em Cirurgia Cardiovascular, o 4º Simpósio de Fisioterapia em Cirurgia Cardiovascular, o 4º Simpósio de Perfusão em Cirurgia Cardiovascular, além do 3º Congresso Acadêmico em Cirurgia Cardiovascular, demonstrando a importância do contato dos estudantes com os profissionais.

O tema dessa edição será "Heart Team - o paciente em primeiro lugar". Profissionais de diferentes especialidades, trabalhando em conjunto com a finalidade de proporcionar o tratamento mais adequado, do qual decorra a melhor evolução dos pacientes.

Quero cumprimentar a Diretoria da SBCCV, presidida pelo Dr. Marcelo Cascudo, com suporte dos demais membros, e a Comissão Organizadora, coordenada pelo Dr. Fernando Ribeiro Moraes Neto, que dedicou todo empenho na sua formatação.

Reunião do Corpo Editorial da RBCCV com os Editores Associados e Membros do Conselho Editorial

No dia 3 de abril, das 14h às 15h, no Auditório 7, ocorrerá a reunião do Corpo Editorial da RBCCV com os Editores Associados e membros do Conselho Deliberativo, aberta também a todos os sócios que desejem participar. Entre outros assuntos, será discutida a repercussão da adoção de tecnologias, como os novos aplicativos para Smartphones e Tablets, tanto nos sistemas operacionais IOS como nos que utilizam Android. Conto com a participação e as sugestões de todos.

EMC

Temos os seguintes artigos com Educação Médica Continuada nesta edição: "EuroSCORE II and the importance of a local model, InsCor and the future SP-SCORE" (pág. 1), Use of EuroScore as a predictor of morbidity after cardiac surgery (pág. 9), "Advanced age and incidence of atrial fibrillation in the postoperative period of aortic valve replacement" (pág. 45) e "Comparison of the solution of histidine-tryptophan-alfacetoglutarate with histidine-tryptophan-glutamate as cardioplegic agents in isolated rat hearts: an immunohistochemical study" (pág. 73). Pedimos que divulguem essa importante ferramenta de ensino aprendizado entre estudantes, residentes e todos que queiram aumentar seus conhecimentos.

Recebam meu fraterno abraço e tenham uma ótima leitura!

*Editor-in-Chief
BJCVS/RBCCV