Sistema Único de Saúde Distrito Federal: 30 anos

Sistema Único de Saúde Distrito Federal: 30 anos

Autores:

Gerson Oliveira Penna,
Daniel Soranz,
José Agenor Alvares da Silva,
Luiz Felipe Pinto

ARTIGO ORIGINAL

Ciência & Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1413-8123versão On-line ISSN 1678-4561

Ciênc. saúde coletiva vol.24 no.6 Rio de Janeiro jun. 2019 Epub 27-Jun-2019

http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232018246.09322019

A saúde no Brasil é foco de importante literatura internacional1. Durante as comemorações do aniversário dos 30 anos do Sistema Único de Saúde (SUS), a Revista Ciência & Saúde Coletiva brindou a literatura com um número especial que envolveu dezenas de autores de todas as regiões do País, nos trazendo uma reflexão dos avanços, limites e desafios enfrentados ao longo desse período2.

Inspirados nesse tema surgiu a ideia de fazermos um recorte de uma unidade federada com o mesmo tema, se aproximando mais do nível local de atenção, vigilância e promoção à saúde. Dessa forma, foi construído um estudo de caso dos 30 anos do Sistema Único de Saúde no Distrito Federal.

Esse número especial foi organizado em três eixos, agrupados por áreas temáticas importantes para a consolidação do SUS, com autores convidados de diversas instituições brasileiras e estrangeiras, além de autores dos serviços de sáude. Foram os tópicos Eixo I - gestão, regionalização, planejamento e avaliação; Eixo II – atenção à saúde: construções, avanços e desafios; Eixo III - formação profissional para o SUS: capacitação, cursos técnicos, graduação, residências e pós-graduação.

Trabalhou-se evitando a endogenia, selecionando 100 autores de cerca de 20 instituições da comunidade científica, das escolas locais, dos serviços de saúde. O artigo de debate, por exemplo, contou com réplica de Luis Augusto Pisco, internacionalmente reconhecido e formulador da atenção primária para a reforma dessa política no Sistema de Saúde de Portugal, e Jairo Bisol, que além de mestre e doutor em direito é Promotor de Justiça da 1ª PROSUS do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios. O resultado está expresso em 25 artigos científicos agora entregues à literatura científica nacional e internacional.

Seguindo a matriz do número temático nacional, as reflexões sobre lições aprendidas e as perspectivas do SUS no Distrito Federal ficam, acadêmica e isentamente, registradas nos anais da Saúde Pública brasileira, nos permitindo uma análise da situação atual e perspectivas da saúde na capital de nosso país.

REFERÊNCIAS

1. Victora CG, Leal MC, Barreto ML, Schmidt MI, Monteiro CA, organizadores. Saúde no Brasil: a série The Lancet, 2011. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz; 2011.
2. Paim JS, Temporão JG, Penna GO, Santos NR, Pinto LF. Sistema Único de Saúde: 30 anos de Luta! Cien Saude Colet 2018; 23(6):1704.