TRATAMENTOS PRÉ-GERMINATIVOS EM SEMENTES FLORESTAIS DA AMAZÔNIA: VI - MUIRAJUBA Apuleia leiocarpa (VOG.) MACBRIDE VAR. molaris SPR. ex BENTH. (LEGUMINOSAE)

TRATAMENTOS PRÉ-GERMINATIVOS EM SEMENTES FLORESTAIS DA AMAZÔNIA: VI - MUIRAJUBA Apuleia leiocarpa (VOG.) MACBRIDE VAR. molaris SPR. ex BENTH. (LEGUMINOSAE)

Autores:

Luiz Augusto Gomes de SOUZA,
Vania Palmeira VARELA,
Lucio Flavio Pereira BATALHA

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.24 no.1-2 Manaus 1994

https://doi.org/10.1590/1809-43921994242090

RESUMO

Com o objetivo de superar a dormência de sementes de muirajuba (Apuleia leiocarpa (Vog.) Macbride var. molaris Spr. ex Benth), foi conduzido um ensaio experimental com 12 tratamentos pré-germinativos: testemunha (sem tratamento); imersão em ácido sullürico concentrado (96%) por diferentes períodos (5, 10, 15, 20 e 30 minutos), imersão em água quente a 80"C (2 e 10 minutos); desponte do lado oposto ao hilo; escarificação manual por 2 minutos; e escarificação manual seguida por imersão em água (6 e 12 horas). A germinação foi realizada em germinador Jacobsen sob temperatura constante (30"C), e acompanhada por 30 dias. Os efeitos dos tratamentos foram avaliados através da porcentagem de germinação e do índice de Velocidade de Germinação (I.V.G.). Todos os tratamentos aplicados proporcionaram uma maior germinação em relação a testemunha, cuja germinação foi de somente 13%. Porcentagens de germinação elevadas foram obtidas com as imersões em ácido sulfúrico, desponte do lado oposto ao hilo e escarificação manual por 2 minutos (com e sem imersão em água por 12 horas), os quais não diferiram entre sí. Dentre os tratamentos testados, o maior índice de vigor das sementes (I.V.G.) foi obtido com a escarificação manual por dois minutos, seguida por imersão em água por 12 horas. Os tratamentos onde as sementes foram submetidas a água quente não foram eficientes para estimular a germinação das sementes de muirajuba.

Palavras-Chave: Sementes; Dormência; Leguminosae; Apuleia

ABSTRACT

A experimental study was conduced in order to overcome dormancy of muirajuba seeds (Apuleia leiocarpa (Vog.) Macbride var. molaris Spr. ex Bcnth), using 12 pre-germination treatments: the control treatment (without scarify); immersion in sulphuric acid concentrate (96%) in different periods (5, 10, 15, 20 and 30 minutes); immersion in hot water at 80"C (2 and 10 minutes); cutting-off the point on the opposite side of the hilar area, manual scarification for 2 minutes and manual scarification followed by immersion in water (6 and 12 hours). The germination was carried out in a Jacobsen germinator room at constant temperature (30"C), and observed for 30 days. The treatments effects were evaluated through germination percentage and index ofgermination speed (I.V.G.). Every treatments applied provided a germination increase in comparation with the control treatment, whose germination was any 13%. Increased in seed germination was obtained with immersion in sulphuric acid, cuttin-off in oposite side of hilar area, and manual scarification for 2 minutes (with or without immersion in water for 12 hours), have no different statistical. Among the treatments tested higher I.V.G. was obtained with manual scarification for 2 minutes followed by immersion in water for 12 hours. The treatments using hot water did not show any efficiency on germination of muirajuba seeds.

Key words: Seeds; Dormancy; Leguminosae; Apuleia

Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.