Viabilidade e superação da dormência em sementes de Araçá-boi (Eugenia stipitata ssp. sororia)

Viabilidade e superação da dormência em sementes de Araçá-boi (Eugenia stipitata ssp. sororia)

Autores:

Daniel Felipe de O GENTIL,
Sidney Alberto do N FERREIRA

ARTIGO ORIGINAL

Acta Amazonica

Print version ISSN 0044-5967On-line version ISSN 1809-4392

Acta Amaz. vol.29 no.1 Manaus Mar. 1999

https://doi.org/10.1590/1809-43921999291031

RESUMO

O araçá-boi (Eugenia stipitata ssp. sororia McVaugh - Myrtaceae) é uma frutífera amazônica com potencial agroindustrial. O presente trabalho verificou os efeitos da desidratação sobre a viabilidade de sementes e avaliou métodos de escarificação mecânica (por descascamento e lixamento) na superação da dormência de sementes dessa espécie. A qualidade fisiológica das sementes é afetada pela redução do teor de água. As sementes apresentam comportamento recalcitrante, sendo que o nível crítico de umidade pode estar situado entre 58,8 e 47,1%. A desidratação a níveis iguais ou inferiores a 25,76% de água provocou a morte em 100% das sementes. As sementes devem ser semeadas, preferencialmente, logo após a extração e limpeza. O tegumento das sementes apresenta resistência mecânica à expansão do embrião. A remoção total do tegumento foi o método mais eficiente na superação da dormência, pois elimina a resistência na região onde ocorrerá a ruptura pelo embrião, com tempo médio de emergência de 66 dias e percentagem final de emergência de 96%. Os lixamentos provocaram injúrias mecânicas nas sementes, tendo consequências diretas na emergência e vigor.

ABSTRACT

Eugenia stipitata ssp. sororia McVaugh - Myrtaceae is a small Amazonian fruit tree with considerable economic potential. The present work investigated the effects of dehydration on seed viability and evaluated methods of overcoming seed dormancy by mechanical scarification (by peeling and sanding). The physiological quality of seeds is affected by reduction in moisture content. Seeds show recalcitrant behaviour with a critical moisture content between 58,8 and 47,1 %. No seeds survived dehydration to moisture contents of less than or equal to 25,76%. In view of the detrimental effects of drying, seeds should preferably be sown immediately after being extracted and cleaned. The seed integument offers mechanical resistance to expansion of the embryo. Total removal of the integument proved to be the most efficient method of overcoming dormancy since it eliminates resistance in the region where the embryo normally breaks through. The average time for emergence was 66 days and the final percentage emergence was 96%. Simple abrasion of the integument caused mechanical injury to the seeds with adverse consequences on emergence and vigour.

Key words: Seed physiology; moisture content; recalcitrant; mechanical scarification

Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.