Residência Médica

As melhores residências em Cirurgia Plástica

As melhores residências em Cirurgia Plástica

Compartilhar

Sanar Residência Médica

8 min há 313 dias

Definir as melhores residências em Cirurgia Plástica não é tarefa fácil. Diversas regiões do Brasil têm pelo menos uma Residência em Cirurgia Plástica de referência e reconhecida pela SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica).

A Cirurgia Plástica

Segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), divulgada em dezembro de 2019, o Brasil ultrapassou os Estados Unidos e se tornou o país que mais realiza cirurgia plástica no mundo.

Isso reflete na especialidade de cirurgia plástica, que tem se tornado uma das mais cobiçadas e tem crescido cada vez mais graças ao avanço da medicina com o auxilio de tecnologias.

A cirurgia plástica pode ter a finalidade reconstrutiva ou estética e é responsável por benefícios nas mais diversas áreas do corpo humano, proporcionando melhoras funcionais e psicológicas.

A área da cirurgia plástica estética tem o objetivo melhorar a aparência do paciente, como ocorre na lipoaspiração, otoplastia, mamoplastia, etc. Na cirurgia reparadora o objetivo é oferecer maior qualidade de vida por meio da correção de defeitos congênitos ou adquiridos, como a correção de fenda palatina, enxertos de pele em queimados ou vítimas de acidentes e reconstrução das mamas em pacientes que tiveram câncer.

Mercado de trabalho

Em 2018, de acordo com a Demografia Médica no Brasil, foi revelado que havia 6.304 mil médicos cirurgiões plásticos no país, o equivalente a 1,7% do total de médicos registrados. Neste mesmo ano, os recém-formados que optaram pela especialização, formavam 68 do total de entrevistados.

Segundo o site Salario.com.br um Cirurgião Plástico no Brasil ganha em média R$ 8.324,93 para uma jornada de trabalho de 31 horas semanais. A faixa salarial do Médico Cirurgião Plástico fica entre R$ 5.264,75 salário mediana da pesquisa e o teto salarial de R$ 21.459,26.

De acordo com o censo bianual da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, em 2018 foram realizadas mais de 1,7 milhões de operações no país, sendo 60% para fins estéticos. Dessas, as mais procuradas são o aumento de mama e a lipoaspiração.

A Cirurgia Plástica é uma das especialidades mais completas, com atuação em todas as partes do corpo. As áreas de atuação são amplas e cada vez mais requisitadas. O profissional pode atuar em: cirurgia da mão, cirurgia crânio-maxilo-facial, tumores cutâneos, cuidados às queimaduras e feridas complexas, cirurgias estéticas, cosmiatria, cirurgia plástica órbito-palpebral, reconstrução mamária, microcirurgia e cirurgia de intersexo.

A residência em Cirurgia Plástica

A formação de um cirurgião plástico é longo e exige muita dedicação. A residência médica em cirurgia plástica dura três anos e tem como pré-requisito dois anos de residência em cirurgia geral. Ao final do programa, o médico deverá ser aprovado no exame de título aplicado pela SBCP.

Os programas de residência, em geral, são estruturados da seguinte forma, de acordo coma matriz de competência do MEC:

Primeiro ano:

O residente deve compreender e analisar a base do conhecimento teórico-prático dos fundamentos da cirurgia plástica. Avaliar as condições clínicas do paciente antes do ato cirúrgico e decidir pela melhor estratégia a ser adotada. Desenvolver competências com habilidades técnicas para realização de cirurgias de pequeno porte e auxiliar cirurgia de médio e grande porte do Programa Básico da Cirurgia Plástica sob supervisão.

Segundo ano:

Estimar e realizar a avaliação pré-cirúrgica e planejamento operatório para cirurgias de médio e grande porte. Realizar cirurgias de médio porte e algumas de grande porte, bem como, auxiliar as cirurgias de grande porte, sob supervisão.

Terceiro ano:

Estimar e realizar a avaliação pré-cirúrgica e planejamento operatório às cirurgias de médio e grande porte. Realizar cirurgias de médio e grande porte. Contribuir na formação e ensino dos residentes do segundo e primeiro ano, sob supervisão do preceptor. Dominar as técnicas da Cirurgia Plástica Estética. Demonstrar compromisso com sua formação teórica, prática e científica. Conclusão de um artigo científico. Compreender, analisar e avaliar o diagnóstico e terapêutica concernentes às cirurgias estéticas e reparadoras, bem como, dominar as técnicas cirúrgicas, estética e reparadora, da cirurgia plástica.

Metodologia

Determinar a melhor residência na especialidade de Cirurgia Plástica, é um trabalho árduo e minucioso. Neste momento apenas apontaremos duas instituições renomadas com destaque na área de Cirurgia Plástica.

Hospital das Clínicas da USP

O Hospital das Clínicas (FM) da Faculdade de Medicina (FM) da USP é o maior complexo hospitalar e educacional da América Latina. O serviço de Cirurgia Plástica é um dos melhores do país e atua há 70 anos. Em 2019, foram realizados mais de 5000 procedimentos cirúrgicos e mais de 200 reconstruções por microcirurgia.

Nos últimos 3 anos o serviço de cirurgia plástica da FMUSP recebeu o prêmio pelos primeiros lugares na prova de Título de Especialista da SBCP.

Além disso, a instituição possui uma estrutura completa com unidade de queimaduras, banco de tecidos, cirurgia crânio-maxilo-facial, Cirurgia Plástica Estética e Cosmiatria, Grupo de Rinoplastia, Cirurgias de Disforia de gênero, etc.

Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais – Fhemig

A residência médica em Cirurgia Plástica da Fhemig é uma das mais procuradas do Estado por oferecer aos profissionais a oportunidade de atuarem em diversos procedimentos, devido à abrangência da Rede. Os residentes cumprem programas nos hospitais João XXIII, Alberto Cavalcanti, Júlia Kubitschek, Eduardo de Menezes e Maria Amélia Lins – onde podem aprimorar em cirurgias reparadoras, reconstrutoras (por exemplo, de mamas, no HAC) e até mesmo estéticas.

O Hospital João XXIII localizado em Belo Horizonte dispõe de um pronto socorro que atua como centro de referência e excelência no atendimento a pacientes vítimas de politraumatismos e grandes queimaduras. O hospital teve a quarta maior nota do país e a maior nota de Minas Gerais na prova de título da especialidade dentre todos os serviços credenciados pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Conclusão sobre as melhores residências em Cirurgia Plástica

A escolha da Residência Médica é uma das decisões mais importantes da carreira do médico. Por isso, é fundamental conhecer as instituições que oferecem a especialidade almejada, possibilitando, assim a melhor escolha.

Na hora de escolher as residências em Cirurgia Plástica é importante se atentar para programas que ofereçam ampla atuação prática em instituições bem equipadas, bem como, atendimentos nos mais diversos graus de complexidade, nas áreas de cirurgia estética e reparadora.

Como já exposto acima, o programa de residência da USP e Fhemig é um dos mais completos do país. E nesse caso, o da USP tem uma grande vantagem de estar em São Paulo, o maior centro referência em saúde e tecnologia do país.

Sanar-Residência-Médica-Trial-Extensivo-R1-2021

Confira o vídeo:

Posts relacionados:

Referências:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade © Copyright, Todos os direitos reservados.