Coronavírus

Casos de complicação rara também surgem após vacina da Johnson & Johnson

Casos de complicação rara também surgem após vacina da Johnson & Johnson

Compartilhar
Imagem de perfil de Sanar

Um caso de complicação rara foi reportado em um indivíduo após receber dose da vacina Johnson & Johnson. O relato do caso informava a ocorrência de trombose de seio venoso cerebral, associado a trombocitopenia e coagulação intravascular disseminada. 

O primeiro estudo de fase 3, que envolveu aproximadamente 50.000 participantes que receberam uma dose da vacina, já havia sido suspenso temporariamente devido a relato de caso semelhante. 

Durante a investigação, não foi possível estabelecer um nexo causal entre o evento e a vacina, e os estudos foram retomados. 

Vacinação com vacina da Johnson & Johnson é suspensa pela FDA

Em Abril de 2021, a FDA (Food and Drog Administration), juntamente com a CDC (Centers for disease control and prevention) recomendou que fosse feito uma pausa na vacinação realizada com a vacina da Johnson & Johnson nos Estados Unidos. 

Isto porque mais 6 casos de trombose de seio venoso cerebral foram recebidos pelo programa de farmacovigilância do estudo de segurança da vacina. 

Os casos aconteceram entre 7 a 14 dias após a administração da primeira dose da vacina, e a suspensão da vacina foi motivada por precaução, para permitir melhor esclarecimento da situação, e para fornecer mais informações aos médicos sobre o diagnóstico e tratamento da condição associada.

Características clínicas associadas aos casos

Um artigo publicado após a pausa das vacinações trouxe algumas características clínicas associadas aos indivíduos com complicação. 

O relato consistia em 12 casos de trombose do seio venoso cerebral associado a trombocitopenia, que aconteceram nos EUA após vacinação com vacina da Johnson.

A idade dos pacientes variou entre 18 a menos de 60 anos, todos indivíduos eram do sexo feminino, e sete deles tinham pelo menos 1 fator de risco para a complicação, a saber:

  • Obesidade (n = 6);
  • Hipotireoidismo (n = 1);
  • Uso de anticoncepcional oral (n = 1).

Nenhum deles havia sido exposto previamente à heparina, e o tempo de aparição dos sintomas variou entre 6 a 15 dias após a vacinação.

De 11 pacientes testados para a presença de anticorpos anti-heparina/FP-4, todos tiveram resultado positivo. Todos os pacientes necessitaram de hospitalização, e 3 deles vieram a óbito.

O que há de comum entre a reação e as vacinas

A vacina da Johnson & Johnson não foi a primeira a apresentar complicação relacionada a trombocitopenia trombótica. 

Com a vacina da Oxford, também foi suspeitado correlação da vacina e relatos de trombocitopenia trombótica. Assim como em um dos casos da Johnson & Johnson, também havia anticorpos contra o fator plaquetário 4. 

Uma possível hipótese foi levantada, já que ambas as vacinas utilizam-se de adenovírus como vetores virais. 

Porém, a vacina da Johnson & Johnson utiliza um adenovírus humano, enquanto que a vacina da Oxford tem em sua composição um adenovírus de Chipanzé.

Além disso, suas estruturas, espécies e proteínas de ligação são substancialmente diferentes entre si, o que enfraquece a suspeita do mecanismo relacionado ao uso de adenovírus como vetores virais.

Mais estudos ainda serão necessários para buscar compreender qual mecanismo comum está envolvido na complicação trombótica associada a ambas vacinas. 

Conclusões

É importante salientar que os casos de trombose de seio venoso cerebral aconteceram entre 7.2 milhões de vacinados. Isto confere uma taxa de 1 relato a cada 1.000.000 de vacinados.

Apesar da possibilidade de subnotificação, a taxa de incidência é extremamente baixa e rara. Até o presente momento, as evidências ainda são insuficientes para estabelecer nexo causal entre a vacina e a complicação associada. 

Posts relacionados:

Referências

Thrombotic Thrombocytopenia after Ad26.COV2.S Vaccination — Response from the Manufacturer – NEJM

US Case Reports of Cerebral Venous Sinus Thrombosis With Thrombocytopenia After Ad26.COV2.S Vaccination, March 2 to April 21, 2021 – JAMA NETWORK