Residência Médica

Conheça detalhes da prova de Residência Médica USP

Conheça detalhes da prova de Residência Médica USP

Compartilhar

Sanar Residência Médica

5 minhá 24 dias

A prova da Residência Médica USP é o primeiro obstáculo que todo candidato precisa ultrapassar para realizar o sonho de obter um título da melhor universidade do Brasil. São 54 programas de treinamento em áreas médicas reconhecidas com vagas disponíveis.

Segundo dados da própria instituição, a Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) credencia 883 vagas para o 1º ano de residência, distribuídas em especialidades básicas de acesso direto, vagas com pré-requisitos e anos adicionais/área de atuação.

A residência pode ser cumprida no Hospital Universitário da USP, no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP ou ainda em Unidades Básicas de Saúde.

Para chegar à intensa rotina de médico residente, com 60 horas semanais de trabalho, é preciso vencer as provas escrita, discursiva e prática. A exceção, até então, é o edital para 2021, lançado em meio à pandemia do novo coronavírus, no qual foi mantida apenas a prova escrita objetiva. 

Prova escrita

A prova escrita da Residência Médica USP é prova objetiva de múltipla escolha, com quatro alternativas de respostas das quais apenas uma é a correta. Com peso 9, as 100 questões podem valer de 0 a 75 pontos. No edital 2021, por outro lado, a pontuação passou a ser 0 a 100, com 120 questões. 

As provas para especialidades de acesso direto são sobre Cirurgia Geral, Clínica Médica, Obstetrícia e Ginecologia, Medicina Preventiva e Social e Pediatria. As questões são distribuídas em igual número para cada área. 

No caso das especialidades clínicas, a prova é toda sobre Clínica Médica, a especialidade de pré-requisito. Já nas especialidades cirúrgicas, a prova escrita é sobre Clínica Geral, também por ser especialidade de pré-requisito. 

Os candidatos normalmente têm 5 horas para responder questões que estimulam o raciocínio clínico e avaliam a capacidade de interpretação.

Prova discursiva

A prova discursiva da Residência Médica USP costuma ser aplicada no mesmo dia da prova objetiva. Sua pontuação varia de 0 a 25 pontos, que somados aos 75 pontos da prova escrita objetiva totaliza 100 pontos válidos para a primeira fase.

Essa etapa é composta por cinco questões dissertativas que devem ser respondidas de forma curta e objetiva. O conteúdo programático costuma ser o mesmo cobrado na prova de múltipla escolha. 

Outra informação importante sobre esta etapa é que, embora seja realizada no mesmo dia da prova objetiva, nem todos os candidatos terão sua prova discursiva corrigida. Isso porque a Residência Médica USP corrige apenas a prova discursiva dos candidatos que tenham atingido a classificação estabelecida pelo programa de residência no qual se inscreveu. Essa informação é divulgada já no edital de abertura do processo seletivo. 

Prova prática de residência médica USP

A prova prática é realizada pelas faculdades de Medicina desde 2004, quando foi instituída a Resolução 008/04 da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM). Essa avaliação é opcional, mas a Faculdade de Medicina da USP a realiza desde 2005. No entanto, no processo seletivo de 2021 ela não será cobrada.

Essa etapa avalia o raciocínio clínico dos candidatos aprovados na primeira fase e a forma como se apresentam para o paciente. São cobrados conhecimentos teóricos, habilidades práticas e contato médico-paciente.

Geralmente, os candidatos passam por estações práticas relacionadas às especialidades de Cirurgia Geral, Clínica Médica, Obstetrícia e Ginecologia, Medicina Preventiva e Social e Pediatria. A avaliação é de 0 a 100 pontos. Essa etapa tem peso 4 e caráter classificatório.

Processo seletivo da residência médica da USP

As provas escrita objetiva, discursiva e prática constam em etapas diferentes do processo seletivo da Residência Médica USP. As duas primeiras compõem a primeira fase da seleção, com peso 5.

Já a segunda fase é composta pela prova prática, de peso 4, e ainda pela análise e arguição de currículo. Esta última tem peso 1 e tem como critérios de avaliação aspectos relacionados à instituição de origem, ao currículo do candidato, à motivação e às perspectivas profissionais.

Sanar-Residência-Médica-Trial-Extensivo-R1-2021

Posts relacionados:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.