Coronavírus

COVID-19 e Influenza: qual a diferença?

COVID-19 e Influenza: qual a diferença?

Compartilhar

Sanar Medicina

5 minhá 97 dias

Você sabe dizer qual a diferença entre a COVID-19 e a Influenza? Talvez você saiba a mais básica delas: a COVID-19 é causada pelo novo coronavírus, o SARS-CoV-2. Já a influenza é causada pelos vírus da Influenza.

Mas, vamos combinar? Você é médico (ou será no futuro), e não basta saber apenas isto. Vem com a gente que neste post vamos explicar alguns detalhes sobre o tema. 

Sinais e Sintomas

Similaridades

Aqui listaremos sinais e sintomas comuns tanto à COVID-19 como a Influenza. Ambas possuem a característica de variarem muito. Nas duas doenças, podemos ter desde pessoas com sintomas graves até aqueles assintomáticos.

Veja abaixo alguns sintomas em comuns:

  • Febre e/ou calafrios
  • Tosse
  • Dispneia
  • Fadiga
  • Odinofagia
  • Mialgia
  • Cefaleia
  • Náuseas e vômitos

Diferenças

Apesar da Influenza causar doença leve a grave, na COVID-19 a manifestação grave é mais comum em alguns grupos específicos. Não podemos deixar de citar dois sintomas muito característicos da COVID-19: perda de olfato e paladar. 

Tempo de incubação

Similaridades

Tanto na COVID-19 como na Influenza, 1 ou mais dias podem se passar desde a pessoa infectar-se com o vírus, até o momento em que passa a apresentar algum sintoma. 

Diferenças

Enquanto na Influenza, geralmente, este tempo de incubação é de 1 a 4 dias, na COVID-19 é possível que os sintomas demorem mais de aparecer desde o primeiro contato com o vírus. 

Tipicamente na COVID-19 sintomas desenvolvem-se 5 dias após a infecção, mas os sintomas podem aparecer desde após 2 até 14 dias. Como vemos, o tempo pode variar muito. 

Período de transmissibilidade

Para ambas doenças, é possível tornar-se um transmissor pelo menos 1 dia após infecção. Mas a COVID-19 pode ser contagiosa por um período maior de tempo.

Ainda não é certo por quanto tempo após infectar-se alguém é capaz de transmitir o SARS-CoV-2. As pesquisas apontam para um período de até 10 dias após início dos sintomas.

Já na Influenza, o período de contágio maior é entre o 3° e 4° dia, porém é possível permanecer transmissor até o 7° dia de doença. 

Modo de transmissão

Similaridades

Tanto na COVID-19 como na Influenza, a infecção é transmitida por gotículas que são liberadas pela tosse, espirro ou fala. É ainda possível que a infecção seja passada através do contato físico, como aperto de mãos ou contato com superfícies contaminadas. 

Outra semelhança é que ambas doenças podem ser transmitidas no período de incubação, prévio à manifestação inicial de sintomas. Também podem ser transmitidas por aqueles com manifestação leve da doença, ou até mesmo por indivíduos assintomáticos.

Diferenças

Apesar de ambas utilizarem os mesmos mecanismos de transmissão, a COVID-19 é uma doença muito mais contagiosa, principalmente em determinados grupos etários.

Na prática, a COVID-19 possui capacidade de rápida e facilmente espalhar-se para uma quantidade enorme de pessoas, resultando em maior disseminação da doença. 

Grupos de risco

Ambas doenças compartilham os seguintes grupos com maior risco para doença grave e complicações: idosos, indivíduos com comorbidades e mulheres grávidas. 

Nas crianças saudáveis, a Influenza representa maior risco de complicações do que na COVID-19.

Por outro lado, escolares estão em maior risco de apresentar uma complicação rara, porém grave, da COVID-19: a Síndrome Inflamatória Multissistêmica. 

Complicações

Similaridades

As seguintes complicações são comuns a ambas doenças:

  • Pneumonia
  • Insuficiência respiratória
  • Síndrome Respiratória Aguda Grave
  • Sepse
  • Eventos cardiovasculares (infarto ou AVC)
  • Falência múltipla de órgãos
  • Exacerbação de doenças crônicas
  • Inflamação em órgãos
  • Infecção bacteriana secundária

Diferenças

Aqui citaremos duas complicações específicas da COVID-19: Trombose arterial ou venosa e a Síndrome Multissistêmica inflamatória em Crianças. 

Vacinas

Para a Influenza, diversas vacinas já foram aprovadas e são produzidas anualmente para proteger contra 3 ou 4 cepas do vírus da Influenza, aquelas que os pesquisadores antecipam que irão circular a cada ano. 

Já a COVID-19 possui vacinas aprovadas em caráter de uso emergencial, e muitas outras ainda estão no processo de aprovação ou testagem. 

Posts relacionados:

Referências

Similarities and Differences between Flu and COVID-19​ – CDC

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.