Outros

Exame da Cremesp tem taxa de aprovação maior que 64%

Pela primeira em 10 anos, a taxa de aprovação de médicos recém-formados em escolas médicas do estado de São Paulo no exame do Conselho Regional de Medicina do Estado é maior do que 60%.
Foram 2.636 médicos que fizeram a prova em 2017, 64,6% acertaram mais de 60% das 120 questões da prova, porcentagem mínima para serem aprovados na prova do Cremesp. O restante dos candidatos não conseguiu atingir a nota de corte e não foram aprovados.

Segundo o Conselho, houve uma melhora no desempenho das escolas privadas, mas elas ainda são as maiores responsáveis pelo índice de reprovação, se compara com a rede pública de ensino.
Se comparado com o ano anterior, as escolas privadas pularam de 33,7% de aprovação em 2016 para 56,7%, um aumento significativo. Já das escolas públicas, em 2016 a taxa de aprovação era de 62,2% e em 2017 chegou 79,7%.

Entenda o exame do Cremesp
O Exame do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo chegou à 13ª edição. A prova foi realizada no dia 22 de outubro de 2017 e contou com 120 questões de múltipla escolha e teve duração de cinco horas. Aplicada pela Fundação Carlos Chagas (FCC), a prova abrangeu: Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Pediatria, Ginecologia, Obstetrícia, Saúde Pública, Epidemiologia, Saúde Mental, Bioética e Ciências Básicas.

Para ser aprovado, o candidato deve acertar pelo menos 72 questões, garantindo assim 60% de acertos. Participaram da prova apenas 32 escolas, já que 14 ainda não possuem 6 anos de curso e por isso não tiveram nenhuma turma formada à época do exame.  

Importância do exame
A prova é importante para todos os médicos recém-formados que querem trabalhar no estado e precisam retirar do registro do CRM (Conselho Regional de Medicina). Apesar de ser obrigatório, os reprovados também conseguem obter o registro. Isso porque pela lei, o conselho não pode condicionar o registro médico à um resultado de prova.

Desde 2016, porém, a Cremesp resolveu usar o resultado do exame como critério para acesso à Residência Médica, concurso público e mercado de trabalho.  Várias faculdades do estado exigem a participação no Exame do Cremesp como condição para ter acesso à residência médica.

Tags

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar