Coronavírus

Infectologista Álvaro Costa mostra EPIs para o atendimento dos casos da Covid-19

Infectologista Álvaro Costa mostra EPIs para o atendimento dos casos da Covid-19

Compartilhar

Sanar Medicina

3 minhá 363 dias

No vídeo abaixo, o médico infectologista Álvaro Costa explica quais EPIs devem ser utilizados para atendimentos de casos suspeitos ou confirmados de COVID-19. A demonstração de como devem ser colocados os EPI’s também é mostrada, com enfoque na sequência correta e modo de remover e armazenar aqueles não descartáveis. Confira então como fazer a paramentação no atendimento dos casos de COVID-19:

EPIs para o atendimento dos casos da Covid-19:

Roupa privativa

A primeira boa prática a ser adotada é o uso da roupa privativa. Ao chegar no serviço de saúde onde você prestará atendimento, guarde sua roupa de casa e coloque a roupa privativa disponibilizada pela instituição.

Higienização das mãos

Antes de iniciar a paramentação, é necessário higienizar as mãos com água e sabão, seguindo todas as etapas da lavagem das mãos.

Colocação do avental

Feito isto, inicia-se a paramentação com a etapa de colocação do avental. Peça ajuda a alguém da equipe no momento de vestir o avental.

Após a etapa de colocação do avental, é necessário repetir a lavagem das mãos antes de partir para a próxima etapa, a colocação da máscara.

Colocação da máscara

A recomendação para os profissionais atendendo na linha de frente é utilizar a máscara N95. Ajuste o elástico na parte superior e inferior de maneira que a máscara fique confortável e bem vedada na região das narinas. É importante ressaltar que esta máscara não é descartável. Portanto é possível e aconselhável acondiciona-la corretamente para usar novamente, de preferência em recipiente que não seja de plástico.

Lavagem das mãos

Após estas etapas, proceder novamente com a lavagem das mãos. Proceder à etapa de colocação do gorro. Caso o serviço não possua máscara do tipo face shield, proceder com a colocação dos óculos de proteção.

Desinfecção da máscara

Lembrando-se de realizar a desinfecção de superfície da máscara face shield no final do plantão, pois este também é um EPI que pode ser reutilizado. Por último, proceder finalmente com a colocação das luvas. Após concluir todas as etapas descritas, você estará pronto para iniciar o atendimento dos casos suspeitos ou confirmados de COVID-19.

Essas são as dicas do médico infectologista Álvaro Costa para o uso de EPIs para o atendimento dos casos da Covid-19.

Leia outra matéria sobre a sequência de EPIs para o atendimento dos casos da Covid-19.

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.