Livros

Manual de Cardiologia para Graduação

Leia o Livro Completo
Índice
9.2

DISFUNÇÕES DO NÓ SINOATRIAL

Podem resultar de um problema na geração ou na saída do estímulo elétrico do NSA. Podem aparecer em indivíduos aparentemente normais, nas situações de vagotonia (vômitos, emoções, estimulação do seio carotídeo e micção), no uso de fármacos parassimpaticomiméticos, betabloqueadores, bloqueadores dos canais de cálcio, amiodarona, clonidina, propafenona, digitálicos e nas intoxicações exógenas

BLOQUEIO SINOATRIAL

O BSA se caracteriza como o distúrbio de condução do estímulo do NSA para os átrios e ventrículos, diagnosticado no eletrocardiograma pela ocorrência de pausas cuja duração em geral é o dobro do intervalo RR normal e não precedidas de onda P.

PAUSA SINUSAL

A pausa sinusal é causada pela ausência de geração de impulsos elétricos no NSA. No eletrocardiograma, a principal característica da pausa sinusal é o prolongamento do intervalo entre as ondas P.

SÍNDROME DE BRADICARDIA-TAQUICARDIA

Outra forma de apresentação da disfunção do NSA é a síndrome de bradicardia-taquicardia. Apresenta-se como episódios de bradicardia sinusal seguidos por taquiarritmias.

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: