Livros

Manual de Cardiologia para Graduação

Leia o Livro Completo
Índice
5.3

FISIOPATOLOGIA DA SÍNDROME CORONARIANA AGUDA

Apesar da diferenciação da SCA em três formas clínicas, todas compartilham, geralmente, o mesmo mecanismo fisiopatológico: ruptura da placa aterosclerótica e consequente trombose superposta. Porém, em alguns pacientes, o fenômeno isquêmico ocorre por prolongada redução do fluxo coronário por vasoespasmo arterial ou por trombose aguda, na ausência de substrato aterosclerótico angiograficamente visível

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: