Livros

Manual de Clínica Médica

Leia o Livro Completo
Índice
11.1

BLEFARITE

A blefarite é uma doença inflamatória da pálpebra, constituindo uma das causas mais comuns de irritação ocular persistente e/ou recorrente. A inflamação acomete geralmente nas margens pálpebrais e pode ser desencadeada por infecção e/ou obstrução das glândulas desta região, tendo como principal agente etiológico a infecção estafilocócica

FISIOLOGIA E ETIOLOGIA DA BLEFARITE

É dividida anatomicamente em blefarite anterior e posterior. A variante anterior refere-se à inflamação centrada na pele, nos cílios e estruturas adjacentes (glândulas sebáceas de Zeiss e glândulas sudoríparas de Moll), enquanto a posterior envolve as glândulas meibomianas, a placa tarsal e a junção blefaro-conjuntival.

QUADRO CLÍNICO DA BLEFARITE

Clinicamente as blefarites se manifestam com irritação e prurido ocular, eritema palpebral, hiperemia conjuntival, descamação e crostas nas margens das pálpebras e alterações ciliares (madarose ou poliose ou triquíase). Queixas comuns incluem sensação de ardência, fotofobia, dor, redução da acuidade visual e hipertermia local. Em casos mais avançados, pode haver distorção da estrutura ocular por contração do processo cicatricial e alterações corneanas, como ceratites.

DIAGNÓSTICO DA BLEFARITE

O diagnóstico é feito com associação de história e exame clínico. Não existe exame complementar específico para o diagnóstico de blefarite. No entanto, em quadros recorrentes, o estudo microbiológico deve ser considerado.

TRATAMENTO DA BLEFARITE

O tratamento geralmente dura duas semanas, podendo em alguns casos variar de quatro a oito semanas. Deve-se respeitar as individualidades de cada caso e geralmente é baseado em dois pilares: higienização ocular e antibioticoterapia. A aplicação de calor local auxilia na fluidificação e drenagem das secreções glandulares, além de facilitar a remoção das crostas. Deve ser realizada com compressas aquecidas sobre a superfície palpebral por 10-15 min, numa frequência de 4-6 vezes ao dia.

CASO CLÍNICO DA BLEFARITE

Mulher, 31 anos, solteira, vendedora de cosméticos, procurou unidade de emergência com queixa de prurido ocular intenso nos dois olhos e secreção do tipo caspa em olho direito, de início há três dias.

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: