LIVROS

Manual de Clínica Médica

Leia o Livro Completo
Índice
11.5
Índice
1

CARDIOLOGIA

1.1

ELETROCARDIOGRAMA

1.2

DROGAS VASOATIVAS

1.3

SÍNDROMES CORONARIANAS AGUDAS (PARTE UM: IAM COM SUPRADESNIVELAMENTO DE ST)

1.4

SÍNDROMES CORONARIANAS AGUDAS (PARTE DOIS: IAM SEM SUPRA DE ST E ANGINA INSTÁVEL)

1.5

EDEMA AGUDO DE PULMÃO

1.6

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA DESCOMPENSADA

1.7

TAQUIARRITMIAS

1.8

BRADIARRITMIAS

1.9

PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA E RCP

1.10

FEBRE REUMÁTICA

2

ENDOCRINOLOGIA

2.1

CETOACIDOSE DIABÉTICA

2.2

ESTADO HIPERGLICÊMICO HIPEROSMOLAR

2.3

INSUFICIÊNCIA ADRENAL AGUDA

2.4

CRISE TIREOTÓXICA

2.5

COMA MIXEDEMATOSO

2.6

CORTICOIDES – DOSES E EQUIVALÊNCIAS

2.7

CONTROLE GLICÊMICO INTRA-HOSPITALAR

3

GASTROENTEROLOGIA

3.1

ASCITE

3.2

ABDOME AGUDO

3.3

DIARREIA AGUDA

3.4

DOENÇA CALCULOSA DAS VIAS BILIARES

3.5

HEPATITE AGUDA E INSUFICIÊNCIA HEPÁTICA FULMINANTE

3.6

PANCREATITE AGUDA

3.7

ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

3.8

HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA

3.9

HEMORRAGIA DIGESTIVA BAIXA

4

INFECTOLOGIA

4.1

DENGUE

4.2

TUBERCULOSE

4.3

ROTINA APÓS EXPOSIÇÃO COM MATERIAL CONTAMINADO

4.4

MENINGITE

4.5

LEISHMANIOSE VISCERAL

4.6

LEPTOSPIROSE

4.7

LEISHMANIOSE TEGUMENTAR AMERICANA

4.8

INFECÇÃO DO TRATO URINÁRIO

4.9

INFECÇÕES DE PARTES MOLES

4.10

HANSENÍASE

4.11

INFLUENZA

4.12

ENDOCARDITE INFECCIOSA

4.13

HIV/AIDS

4.14

ACIDENTES POR ANIMAIS PEÇONHENTOS

5

NEFROLOGIA

5.1

CÓLICA NEFRÉTICA

5.2

INJÚRIA RENAL AGUDA

5.3

DISTÚRBIO DE ÁGUA E SÓDIO

5.4

DISTÚRBIOS DO POTÁSSIO

5.5

DISTÚRBIO DO METABOLISMO DO CÁLCIO

5.6

GASOMETRIA ARTERIAL E DISTÚRBIOS ÁCIDO-BÁSICO

5.7

SÍNDROME NEFRÓTICA

5.8

SÍNDROME NEFRÍTICA

6

PNEUMOLOGIA

6.1

EXACERBAÇÃO DE ASMA

6.2

DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA

6.3

DERRAME PLEURAL

6.4

TROMBOEMBOLIA PULMONAR AGUDA

6.5

PNEUMONIA ADQUIRIDA NA COMUNIDADE

6.6

PNEUMONIA NOSOCOMIAL

6.7

INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA AGUDA

6.8

VENTILAÇÃO MECÂNICA

7

REUMATOLOGIA

7.1

ARTRITE REUMATOIDE

7.2

ARTRITES AGUDAS

7.3

GOTA

7.4

MEDICAMENTOS EM REUMATOLOGIA

7.5

LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO

7.6

OSTEOPOROSE

7.7

CASOS EM LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO E OSTEOPOROSE

7.8

CASOS EM GOTA E ARTRITES AGUDAS

8

NEUROCIRURGIA/NEUROLOGIA

8.1

HIPERTENSÃO INTRACRANIANA

8.2

CEFALEIAS

8.3

ESTADO DE MAL EPILÉTICO

8.4

ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO ISQUÊMICO

8.5

ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO HEMORRÁGICO

8.6

DELIRIUM

8.7

ENCEFALOPATIAS METABÓLICAS

8.8

COMA

8.9

TRAUMA RAQUIMEDULAR

8.10

MORTE ENCEFÁLICA

8.11

TRAUMATISMO CRÂNIO-ENCEFÁLICO

8.12

ANALGESIA E SEDAÇÃO

9

HEMATOLOGIA

9.1

INTERPRETAÇÃO DAS ANEMIAS

9.2

ANEMIA FERROPRIVA

9.3

ANEMIA DA INFLAMAÇÃO

9.4

ANEMIA MEGALOBLÁSTICA

9.5

ANEMIAS HEMOLÍTICAS

9.6

ANEMIA FALCIFORME

9.7

NEUTROPENIA FEBRIL

9.8

INDICAÇÕES E REAÇÕES TRANSFUSIONAIS

10

PSIQUIATRIA

10.1

SURTO PSICÓTICO

10.2

RISCO DE SUICÍDIO

10.3

ATAQUES DE PÂNICO

11

OFTALMOLOGIA

11.1

BLEFARITE

11.2

CERATITES

11.3

CELULITE PRÉ-SEPTAL E PÓS-SEPTAL

11.4

CONJUNTIVITES

11.5

EDEMA PALPEBRAL

11.6

GLAUCOMA AGUDO

11.7

HERPES ZOSTER OFTÁLMICO

11.8

HORDÉOLO E CALÁZIO

11.9

UVEÍTES

EDEMA PALPEBRAL

As pálpebras são estruturas móveis com função básica de proteção ocular. Abrigam também diversas glândulas de secreção de conteúdo lipídico, as glândulas meibomianas, além de glândulas lacrimais acessórias. Em suas margens localizam-se os cílios, juntamente com as glândulas de Zeis e Moll. É responsável, também, pela uniformização da lágrima sobre a face exposta do globo ocular ao ato de piscar.

ETIOLOGIA E FISIOPATOLOGIA DA EDEMA PALPEBRAL

A formação do edema palpebral ocorre pelo aumento da permeabilidade capilar local, que resulta em um acúmulo excessivo de líquidos nos tecidos palpebrais. A pele das pálpebras apresenta-se como uma estrutura fina e frouxamente aderida aos tecidos subjacentes, facilitando a formação do edema em situações que levem à alteração da dinâmica vascular local, como nas inflamações e sangramentos.

ACHADOS CLÍNICOS DA EDEMA PALPEBRAL

Os achados clínicos variam de acordo a etiologia. Dentre as principais causas locais têm-se a conjuntivite alérgica e as dermatites de contato. A conjuntivite alérgica se apresenta com edema palpebral (principalmente em pálpebra inferior), prurido ocular e periocular (principal sintoma), hiperemia conjuntival, lacrimejamento, coriza, congestão, prurido nasal e espirros podem estar presentes. Em dermatites de contato notam-se lesões eritematosas, pápulo-vesiculosas, vesicular (principal achado), edema, eritema, descamação, exsudação, crosta. A principal causa de edema palpebral por dermatite de contato é devido ao uso de cosméticos.

DIAGNÓSTICO DA EDEMA PALPEBRAL

O diagnóstico é feito de acordo com cada tipo de possível causa desencadeante do edema. Como as causas sistêmicas devem ser abordadas de maneira diferenciada, aqui será discutido apenas sobre o edema palpebral de origem local.

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DA EDEMA PALPEBRAL

Miosite orbitária é confundida principalmente com celulite orbitária e oftalmopatia tireoidea. Há alteração muscular, mas a acuidade visual não está prejudicada. Associar quadro clínico com estudos analíticos e TC ou RNM com contraste de órbita e seios da face.

TRATAMENTO DA EDEMA PALPEBRAL

A abordagem terapêutica do edema palpebral depende do real fator desencadeante. Para o edema alérgico agudo, o tratamento baseia-se no uso de anti-histamínicos sistêmicos, como exemplos: loratadina 10 mg VO de 12/12 horas, dexclorfeniramina 2 mg VO de 8/8 horas, hidroxizina 25 mg de 8/8 horas e prometazina 25 mg VO de 8/8 horas ou 1 ampola IM (50 mg/2 mL), passando para uso da apresentação VO assim que possível.

CASO CLÍNICO DA EDEMA PALPEBRAL

J.S.S, 27 anos, sexo masculino, comparece ao pronto-socorro referindo intenso edema em pálpebra direita associado a prurido local. Paciente relata que estava no quintal de sua casa quando foi ferroado “no olho” por uma abelha, fato que ocorreu há + ou – 2 h. Ao exame: paciente em bom estado geral, lúcido e orientado, eupneico e apirético. Sinais vitais preservados.

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos:
Termos de Uso | Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.