Livros

Manual de Urgências e Emergências em Pediatria

Leia o Livro Completo
Índice
6.2

INTRODUÇÃO DA CETOACIDOSE DIABÉTICA

é uma complicação grave do diabetes mellitus (DM). Fisiologicamente, é defi nida como uma disfunção metabólica crítica, causada pela defi ciência relativa ou absoluta de insulina, associada ou não a uma maior atividade dos hormônios contra-reguladores (cortisol, catecolaminas, glucagon, hormônio do crescimento), levando ao estado de catabolismo acelerado.

FATORES PRECIPITANTES DA CETOACIDOSE DIABÉTICA

Omissão/erro/redução das doses de insulina; • infecção; • acidente, • trauma; • estresse físico/psicológico; • puberdade; • pancreatite aguda;

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS/ EXAME FÍSICO DA CETOACIDOSE DIABÉTICA

• Polidipsia, poliúria, polifagia, que, com um maior aumento da hiperglicemia, é substituída por anorexia; • Náuseas, vômitos, dor abdominal; • Avaliar grau de desidratação. Sendo importante verificar a umidade das mucosas, o turgor, a cor e temperatura da pele, frequência e amplitude dos pulsos periféricos e centrais, enchimento capilar, nível de consciência e pressão arterial. • Investigar presença de respiração de Kussmaul.

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DA CETOACIDOSE DIABÉTICA

• Estados pré-CAD: hiperglicemia não cetótica e cetose sem acidose; • Gastroenterite; • Pneumonia; • Sepse;

EXAMES LABORATORIAIS DA CETOACIDOSE DIABÉTICA

Glicemia capilar; b) Cetonemia - dosagem sérica ou capilar de -ß-hidroxibutirato a cada 6 horas: • Normal< 0,6 mmol/l; • Risco de desenvolver CAD: 0,6 a 1,0 mmol/; • Alto risco de CAD: 1,0 a 3,0 mmol/l; • CAD confirmada> 3,0 mmol/l. c) Gasometria venosa: a cada 2ou 4 horas até resolução da acidose. A gasometria arterial só deve ser realizada nos casos de insuficiência respiratória, porque é dolorosa.

TRATAMENTO DA CETOACIDOSE DIABÉTICA

A prioridade é o reconhecimento e tratamento precoce das alterações clínicas ameaçadoras à vida como, por exemplo: choque hipovolêmico, distúrbios eletrolíticos e ácido-básicos. Posteriormente, é que será iniciada a reposição de insulina e orientação alimentar. Além disso, também deve-se estar atento às possíveis complicações que podem ocorrer, como edema cerebral

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: