Livros

Manual de Urgências e Emergências em Pediatria

Leia o Livro Completo
Índice
1.7

INTRODUÇÃO AO CHOQUE

é uma síndrome clínica determinada pela redução signifi cativa e sistêmica da perfusão tissular. Sua apresentação é variável, mas algumas manifestações clínico- -laboratoriais são comuns, devendo levantar a suspeita quando presentes

CLASSIFICAÇÃO DO CHOQUE

Do ponto de vista etiopatogênico, o choque pode ser desencadeado por quatro amplos mecanismos: hipovolêmico, distributivo, cardiogênico e obstrutivo. Cumpre ressaltar que uma dada etiologia pode apresentar mais de um desses mecanismos

CONDUTA INICIAL AO CHOQUE

Proceder com o triângulo de avaliação pediátrica, visando à identificação imediata de condições emergenciais (causas de choque obstrutivo, angioedema com obstrução de vias aéreas superiores e arritmias cardíacas), de comprometimento circulatório e à classificação precoce do tipo e da etiologia do choQUE

OBSERVAÇÕES SOBRE CHOQUE

A linha do tempo ideal para o manejo inicial do choque em crianças é incerta e pode ser inalcançável na prática clínica. Mesmo assim, os limites de tempo destinados para cada etapa relembram o médico a respeito da condição de urgência

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: