Livros

Manual de Urgências e Emergências em Pediatria

Leia o Livro Completo
Índice
1.3

QUANDO SUSPEITAR DA INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA AGUDA E HIPÓXIA

a obstrução mecânica ou dinâmica ao fluxo pulmonar, como estenose pulmonar valvar ou infundibular e a mistura das circulações sistêmica e pulmonar. Esta mistura pode ocorrer em três níveis: atrial (CIA), ventricular (comunicação interventricular, câmara comum de mistura [Ventrículo único, atresia tricúspide]) e arterial (PCA). A limitação ao fluxo pulmonar estreita a quantidade de oxigênio a ser extraído nos pulmões, resultando na hipóxia.

CONDUTA NA INSUFICIÊNCIA RESPIRATÓRIA AGUDA E HIPÓXIA

coloar a criança em posição genupeitoral ou fetal (decúbito dorsal ou lateral, com os membros inferiores fletidos sobre o abdome). O represamento do sangue venoso dos membros inferiores diminui o retorno venoso para o coração. Sedação: morfina ou meperidina – essas substâncias têm ação relaxadora, atuando diretamente sobre a musculatura infundibular, além dos efeitos sedativos sobre o centro respiratório e na própria agitação motora

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: