Livros

Manual Prático para Urgências e Emergências Clínicas

Leia o Livro Completo
Índice
4.8

INTRODUÇÃO DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

A encefalopatia hepática (EH) é uma complicação neuropsiquiátrica frequente nos hepatopatas. Caracteriza-se por distúrbios da atenção, alterações do sono e distúrbios motores que progridem desde simples letargia a estupor ou coma. É um distúrbio metabólico, portanto potencialmente reversível

ETIOLOGIA DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

O mecanismo exato ainda não está bem defi nido, mas, provavelmente, a causa é multifatorial. Algumas hipóteses são: defi ciência no metabolismo hepático da amônia; defi ciência do metabolismo extra-hepático da amônia; hiperatividade do sistema ácido gama-aminobutírico (GABA); deposição de manganês nos gânglios da base; defi ciência de zinco; alterações em astrócitos do sistema nervoso central (SNC); diminuição dos níveis de mioinositol no cérebro e produção de mediadores inflamatórios.

ANAMNESE DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

História de doença hepática prévia, aguda ou crônica; • Existência de fatores predisponentes; • História prévia de encefalopatia hepática; • Avaliação do grau de disfunção hepática e possíveis disfunções circulatórias.

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

A EH está associada a uma série alterações neuropsiquiátricas, observadas em pacientes com disfunção hepática, após excluirmos outras patologias neurológicas conhecidas. O quadro clínico pode variar de brando até coma. São observados: • Inversão do ritmo sono-vigília, insônia ou sonolência excessiva;

DIAGNÓSTICO DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

Os exames solicitados devem avaliar o aspecto geral do paciente, os fatores precipitantes da encefalopatia, e excluir outros diagnósticos: • Hemograma; • Glicemia; • Ureia e creatinina; • Coagulograma; • Eletrólitos;

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

Lesões intracranianas (abscesso cerebral; hemorragia subdural; hemorragia subaracnoide; hemorragia intracerebral; meningite, epilepsia; tumor; infarto; encefalite; encefalopatia pós-convulsão):

TRATAMENTO DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

O tratamento definitivo é o transplante hepático, principalmente para paciente com EH de repetição sem resposta à terapia medicamentosa. • Suporte clínico geral (estabilizar o paciente, monitorar, acessos venosos calibrosos); • Lavagem nasogástrica em pacientes com sangramento digestivo alto; • Limpeza do cólon em pacientes constipados (200-300 mL de lactulose em 700- 800 mL de soro ou água ou glicerina ou manitol, retido por no mínimo 30 minutos e repetido, se necessário).

PRESCRIÇÃO SUGERIDA DE ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

1. Dieta via cateter naso/oroentérico, com suplementação de fibras e oligoelementos, e com controle do teor proteico (aminoácidos de cadeia ramificada); 2. Soro fisiológico 0,9% 15 mL/kg IV, 24h, com reavaliação seriada; • Para correção de hiponatremia (distúrbio mais comum), recomenda-se restrição hídrica(~800 mL/dia).

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: