Livros

Manual Prático para Urgências e Emergências Clínicas

Leia o Livro Completo
Índice
7.5
Índice
1.

CARDIOLOGIA

1.1

RESSUSCITAÇÃO CARDIOPULMONAR

1.2

ARRITMIAS CARDÍACAS

1.3

DISSECÇÃO AGUDA DE AORTA

1.4

EDEMA AGUDO DE PULMÃO

1.5

EMERGÊNCIAS HIPERTENSIVAS

1.6

SÍNDROME CORONARIANA AGUDA SEM SUPRADESNIVELAMENTO DE ST

1.7

SÍNDROME CORONARIANA AGUDA COM SUPRADESNIVELAMENTO DE ST

1.8

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA AGUDA

2.

NEUROLOGIA

2.1

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

2.2

CEFALIA

2.3

ESTADO DE MAL EPILÉPTICO: CRISE CONVULSIVA

2.4

REBAIXAMENTO DO NÍVEL DE CONSCIÊNCIA, COMA E MORTE ENCEFÁLICA

3.

PNEUMOLOGIA

3.1

ASMA

3.2

DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA

3.3

DERRAME PLEURAL

3.4

TROMBOEMBOLISMO PULMONAR

3.5

PNEUMONIA

4.

GASTROENTEROLOGIA

4.1

DIARREIA AGUDA

4.2

HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA

4.3

HEMORRAGIA DIGESTIVA BAIXA

4.4

PANCREATITE AGUDA

4.5

ASCITE

4.6

PERITONITE BACTERIA ESPONTÂNEA

4.7

SÍNDROME HEPATORRENAL

4.8

ENCEFALOPATIA HEPÁTICA

5.

INFECTOLOGIA

5.1

SEPSE

5.2

DENGUE

5.3

ZICA

5.4

FEBRE DE CHIKUNGUNYA

5.5

INFLUENZA A - H1N1

5.6

INFLUENZA A - H1N2

5.7

INFLUENZA A - H1N3

5.8

INFLUENZA A - H1N4

5.9

INFLUENZA A - H1N5

5.10

INFLUENZA A - H1N6

5.11

INFLUENZA A - H1N7

5.12

ENDOCARDITE INFECCIOSA

5.13

INFECÇÕES DE PELE E PARTES MOLES

5.14

MENINGITES AGUDAS

5.15

PIELONEFRITE AGUDA

5.16

SÍNDROMES ICTÉRICAS

6.

NEFROLOGIA

6.1

INJÚRIA RENAL AGUDA

6.2

COMPLICAÇÕES DA DIÁLISE

6.3

DISTÚRBIOS ÁCIDOBÁSICOS

6.4

DISTÚRBIOS DO CÁLCIO

6.5

DISTÚRBIOS DO FÓSFORO E MAGNÉSIO

6.6

DISTÚRBIOS DO POTÁSSIO

6.7

DISTÚRBIOS DO SÓDIO

7.

ENDOCRINOLOGIA

7.1

HIPOGLICEMIA

7.2

CETOACIDOSE DIABÉTICA E ESTADO HIPERGLICÊMICO HIPEROSMOLAR

7.3

COMA MIXEDEMATOSO

7.4

CRISE TIREOTÓXICA

7.5

INSUFICIÊNCIA ADRENAL

8.

HEMATOLOGIA

8.1

NEUTROPENIA FEBRIL

8.2

INTOXICAÇÃO POR CUMARÍNICOS

8.3

INDICAÇÃO DE TRANSFUSÃO DE HEMODERIVADOS

8.4

ANEMIA FALCIFORME

8.5

SÍNDROME DE LISE TUMORAL

8.6

SÍNDROME DA VEIA CAVA SUPERIOR E COMPRESSÃO MEDULAR AGUDA NEOPLÁSICA

9.

PSIQUIATRIA

9.1

EMERGÊNCIAS PSIQUIÁTRICAS

10.

GERIATRIA

10.1

SÍNDROME INFECCIOSA NO IDOSO

10.2

DELIRIUM

10.3

POLIFARMÁCIA NO PS

10.4

QUEDAS

10.5

CUIDADOS PALIATIVOS

11.

REUMATOLOGIA

11.1

LOMBALGIA

11.2

MONOARTRITES AGUDAS

12.

TERAPIA INTENSIVA

12.1

CRITÉRIOS DE ADMISSÃO EM UTI

12.2

MANEJO DO PACIENTE CRÍTICO

12.3

SEQUÊNCIA RÁPIDA DE INTUBAÇÃO

12.4

MONITORIZAÇÃO HEMODINÂMICA

12.5

SEDAÇÃO E ANALGESIA EM UTI

12.6

COMUNICAÇÃO DE MÁS NOTICIAS

INTRODUÇÃO DE INSUFICIÊNCIA ADRENAL

A insufi ciência adrenal (IA) é uma emergência clínica, resultante principalmente da falta ou diminuição de mineralcorticoide, podendo representar uma situaç ã o de risco grave, sendo o reconhecimento, diagnó stico e tratamento precoce fundamentais na prá - tica clínica

ETIOLOGIA DE INSUFICIÊNCIA ADRENAL

A defi ciê ncia hormonal pode ser causada por doenç a primá ria ou secundária. As causas mais frequentes da forma primá ria sã o a adrenalite autoimune, as infecç õ es (em particular, a tuberculose) e as metá stases suprarrenais bilaterais, porém também podem ser induzidas por fá rmacos como varfarina e outros anticoagulantes, metopirona, cetoconazole e etomidato. A insufi ciê ncia suprarrenal secundá ria ocorre por envolvimento da hipó fi se ou do hipotá lamo por tumores, traumatismo, irradiaç ã o, suspensão aguda de tratamento prolongado de glicocorticoides, entre outras causas.

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS DE INSUFICIÊNCIA ADRENAL

quadro, muitas vezes, é similar ao das doenç as crí ticas de base, evidenciando sintomas como dor torá cica ou abdominal; febre; hipotensã o; fraqueza progressiva; ná useas; vô mitos; letargia; confusã o; torpor; aumento progressivo da ureia e K; queda na Hb/Ht, Na e HCO3-; hipotensã o catastró fi ca; ausê ncia de resposta da pressão arterial (PA) à reanimaç ã o convencional. Algumas manifestações são sugestivas da insufi ciencia primária, como a avidez por sal (salt craving), hiperpigmentaç ã o cutâ nea e vitiligo

DIAGNÓSTICO DE INSUFICIÊNCIA ADRENAL

Deve ser realizada avaliação laboratorial inicial com dosagem de cortisol e ACTH, níveis de Na, K, HCO3-, Ca, ureia e creatinina, além de hemograma, função hepática e tomografia computadorizada (TC) de suprarrenal (útil nos casos de hemorragia supra-adrenal bilateral). Os resultados evidenciarão hiponatremia; hipercalemia; hipoglicemia; acidose metabólica; hipercalcemia; discreta anemia; linfocitose; eosinofilia e aumento de ureia e creatinina. Cortisol plasmático maior ou igual a 19 μg/dL torna a insuficiência adrenal improvável, porém valores entre 3-18 μg/dl não permitem fazer o diagnóstico de IA, sendo útil a realização do teste de estímulo com ACTH sintético (administrar 250 μg de tetracosactídeo EV ou IM e dosar o cortisol plasmático aos 0, 30 e 60 minutos. Pico de cortisol < ou igual a 18 e/ou incremento do cortisol inferior a 9 μg/dl indica o diagnóstico de IA e início de corticoterapia). A dosagem de cortisol menor que 3 μg/dl é altamente sugestiva de insuficiência adrenal. ACTH elevado (> 50 pg/mL) indica forte suspeita de insuficiência primaria e a necessidade de TC de adrenais para avaliação etiológica. Não se pode esquecer a necessidade do rastreamento de infecção como fator desencadeante do quadro.

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE INSUFICIÊNCIA ADRENAL

Excesso de diurético; nefropatias perdedoras de sal; coma mixedematoso; apendicite aguda; acidose tubular renal; fase poliúrica de necrose tubular renal; diurese pós-obstrutiva

TRATAMENTO DE INSUFICIÊNCIA ADRENAL

1. Administrar hidrocortisona 100 mg de hidrocortisona EV, inicialmente, seguida de 50 mg, EV, 4/4 a 6/6 h; 2. Reduzir, progressivamente, a corticoterapia parentérica ao longo de 48 h a 72 h e, quando a alimentação por via oral (VO) for tolerada, utilizar glicocorticoides por VO e fludrocortisona quando necessário

PROGNÓSTICO DE INSUFICIÊNCIA ADRENAL

O prognóstico depende do reconhecimento e intervenção terapêutica. Quanto mais rápida a insuficiência adrenal aguda for diagnosticada e tratada, maiores são as chances de recuperação do indivíduo.

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.