Livros

Manual Prático para Urgências e Emergências Clínicas

Leia o Livro Completo
Índice
8.6

INTRODUÇÃO DE SÍNDROME DA VEIA CAVA SUPERIOR E COMPRESSÃO MEDULAR AGUDA NEOPLÁSICA

Síndrome da veia cava superior (SVCS) se refere a um conjunto de sinais e sintomas ocasionados por estase venosa na veia cava superior e suas tributárias, gerada por obstrução de etiologia variável.

ETIOLOGIA DE SÍNDROME DA VEIA CAVA SUPERIOR E COMPRESSÃO MEDULAR AGUDA NEOPLÁSICA

Com relação à SVCS, cerca de 97% dos casos são gerados por câncer (câncer de pulmão - mais frequente em pacientes > 50 anos, linfoma não Hodgkin - mais comum em pacientes < 50 anos, metástases mediastinais, tumores germinativos, entre outros). Entre as causas não malignas podem ser as seguintes: infecções, trombose local (quimioterapia, cateter de diálise), trauma e aneurisma de aorta.

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS DE SÍNDROME DA VEIA CAVA SUPERIOR E COMPRESSÃO MEDULAR AGUDA NEOPLÁSICA

O quadro clínico da SVCS é variado, podendo se apresentar como uma verdadeira emergência clínica ou ter um curso menos agudo (semanas a meses de evolução) na dependência de fatores, como: velocidade de instalação, local da obstrução e se essa é parcial ou total. Achados mais comuns são: edema na face e nos membros superiores; dispneia em repouso e progressiva; com incapacidade de tolerar o decúbito; cefaleia matinal (por aumento da pressão intracraniana); tosse; insufi ciência respiratória; veias dilatadas ou presença de circulação colateral no tórax. Sintomas da doença de base podem se associar.

DIAGNÓSTICO DE SÍNDROME DA VEIA CAVA SUPERIOR E COMPRESSÃO MEDULAR AGUDA NEOPLÁSICA

Quanto à SVCS, o diagnóstico é dado através dos achados sugestivos da doença, aliados a uma tomografia de tórax. É necessário aprofundar a investigação de acordo com a etiologia que está sendo suspeitada, solicitando biópsia, por exemplo. Outros exames devem ser solicitados, como: hemograma; eletrólitos; coagulograma; LDH; ácido úrico; ureia; creatinina. Raio-x de tórax pode ser solicitado de início, porém a tomografia computadorizada (TC) de tórax é o exame de escolha na emergência, por permitir maiores detalhes da lesão

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE SÍNDROME DA VEIA CAVA SUPERIOR E COMPRESSÃO MEDULAR AGUDA NEOPLÁSICA

O principal na SVCS, já que os achados clínicos somados a uma tomografia computadorizada de tórax geralmente fecham o diagnóstico, é diferenciar etiologias malignas e benignas, com grande impacto sobre o tratamento específico.

TRATAMENTO DE SÍNDROME DA VEIA CAVA SUPERIOR E COMPRESSÃO MEDULAR AGUDA NEOPLÁSICA

Medidas gerais: SVCS: avaliar vias aéreas. ABC. Cabeceira elevada e fornecer oxigênio suplementar; CMAN: estabilizar a coluna. Tratar a dor. Tratamento específico na SVCS: vai ser orientado de acordo com a etiologia. Não há evidências para o uso empírico de corticoide. Radioterapia, quimioterapia e radiologia intervencionista (stent ou trombólise local para desobstrução), orientados caso a caso

COMPLICAÇÕES DE SÍNDROME DA VEIA CAVA SUPERIOR E COMPRESSÃO MEDULAR AGUDA NEOPLÁSICA

SVCS: insuficiência respiratória aguda, hipotensão, choque, anóxia cerebral. CMAN: déficit neurológico irreversível.

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: