Livros

Manual Prático para Urgências e Emergências Clínicas

Leia o Livro Completo
Índice
5.3

INTRODUÇÃO DE ZICA

A febre pelo Zika vírus (ZIKV) é uma arbovirose transmitida por artrópodes do gênero Aedes. O vírus é pertencente a família Flaviviridae, gênero Flavivirus. Família viral que inclui vírus da dengue (DENV) e da febre amarela. Afeta todos os grupos etários e ambos os sexos. Está ganhando importância no Brasil devido à possível associação com o aumento da incidência de microcefalia em recém-nascidos.

ETIOLOGIA DE ZICA

O modo mais importante de transmissão do vírus zika é por meio da picada do mosquito Aedes aegypti. O Aedes albopictus também apresenta potencial de transmissão do vírus. Há também possibilidade de transmissão por transfusão sanguínea e transmissão sexual (porém não foi confi rmado como doença sexualmente transmissível). As adaptações genéticas da linhagem asiática são apontadas como o fator responsável pela atual pandemia brasileira de zika.

MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS DE ZICA

A sintomatologia está ausente em 80% dos casos infectados. Os sinais e sintomas mais característicos são febre baixa (menor do que 38,5ºC) durando cerca de 1 a 2 dias, exantema pruriginoso (rash maculopapular) no primeiro ou segundo dia (pode surgir 3-5 dias após a fase febril), e dor nas pequenas articulações de mãos e pés com intensidade leve a moderada. Podem estar associados à edema articular de leve intensidade, cefaleia e conjuntivite não purulenta. Vários sintomas inespecífi cos também podem surgir na fase aguda: dor muscular leve, dor abdominal, linfadenopatia, dor retro-orbitrária

DIAGNÓSTICO DE ZICA

O diagnóstico pode ser suspeitado pelas características clínicas. Laboratorialmente, na maioria das vezes, o hemograma não exibe alterações. Leucopenia, linfocitose e plaquetopenia são possíveis, porém incomuns.

DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL DE ZICA

Os principais diagnósticos da febre por Zika virus são o dengue e chikungunya

TRATAMENTO DE ZICA

Não existe tratamento específico para a infecção pelo vírus zika. O tratamento recomendado para os casos sintomáticos é baseado no uso de acetaminofeno (paracetamol) ou dipirona para o controle da febre e manejo da dor. Anti-histamínicos podem ser considerados para prurido. Não se recomenda o uso de ácido acetilsalicílico e outros anti-inflamatórios sem descartar outros flavivírus, como por exemplo o vírus da dengue.

PROGNÓSTICO DE ZICA

Os sintomas tipicamente são autolimitados e se resolvem em 7-10 dias. A dor e rigidez articular podem permanecer por mais tempo. A Síndrome de Guillain-Barré e outras complicações neurológicas podem surgir posteriormente, conforme já foi relatado.

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: