Livros

Sistema Endócrino - Coleção Medicina Resumida

Leia o Livro Completo
Índice
6.3

PARATORMÔNO (PTH)

O PTH é produzido pelas glândulas paratireoides. Elas estão localizadas na região posterior (dorsal) da glândula tireoide e normalmente são em número de 4 distribuídas 2 em cada lobo, uma no polo superior e outra no inferior. Elas são formadas por células epiteliais, as oxífilas e as principais.

ESTRUTURA, SÍNTESE E RECEPTOR

O PTH é um hormônio de natureza proteica, portanto hidrossolúvel e formado a partir do pré-pró-paratormônio no ribossomo. Essa forma é clivada em pré-paratormônio e depois se transforma em paratormônio no retículo endoplasmático e no complexo de Golgi onde é armazenado nas vesículas de secreção.

EFEITOS FISIOLÓGICOS DO PTH

O PTH atua de forma importante no controle da concentração extracelular de cálcio e fosfato. Ele promove a liberação do cálcio para o plasma e para isso age nos ossos, rins e intestino delgado. Aumenta a concentração sérica de cálcio através do estímulo ao processo de absorção óssea e redução da excreção de cálcio pelos rins. Da mesma forma que absorve o cálcio do osso, também ocorre com o fosfato aumentando sua concentração no sangue.

REGULAÇÃO DA SECREÇÃO DO PTH

Sem dúvida o principal regulador da secreção de PTH é a concentração de cálcio iônico no líquido extracelular. Qualquer alteração no cálcio sérico, as paratireoides detectam por meio do receptor sensível ao cálcio (CaSR) presentes nas membranas. Quando essa concentração diminui, as paratireoides são imediatamente estimuladas a aumentar a liberação do hormônio.

Compartilhe com seus amigos:
Compartilhe com seus amigos: