Atividades Extra Curriculares

Minha experiência com o ciclo básico | Colunistas

Minha experiência com o ciclo básico | Colunistas

Compartilhar
Imagem de perfil de Fernanda Silveira Vieira

Olá, você que acabou de ser aprovado no vestibular, deve está todo ansioso com a faculdade e a vida nova, também passei por isso. Há dois anos atrás eu estava comprando jaleco, estetoscópio e imaginando como seria, mas como o tempo passa… já estou entrando no ciclo clínico. Mas, vamos para algumas dicas que eu gostaria de ter recebido.

Materiais úteis

  • Alguns preferem fichário, mas eu me perco no meio de tantas folhas, então optei por um caderno e dividia as matérias;
  • Canetas, sempre leve uma a mais, pois seu amigo do lado pode pedir uma emprestada;
  • Estetoscópio, mas caso você não tenha, sem problemas. A maioria das faculdades disponibilizam;
  • Jaleco branco, é o que mais você vai usar;
  • Notebook, tablete, computador ou o que você achar mais fácil de usar.

Desses, os que eu mais usei foram o jaleco e o notebook. E, ter mais de um jaleco ajuda muito.

Mas, o que é o ciclo básico?

São os dois primeiros anos de medicina. Onde, estudamos matérias básicas, porém essenciais, sendo elas, teóricas ou práticas. Onde eu estudo, por exemplo, tive matérias como Morfologia (Anatomia, Radiologia e Histologia), Habilidades de Comunicação, Habilidades de Informática, Habilidades Médicas, Práticas funcionais, IESC e Tutoria. Além disso, tive algumas extras essenciais, como Ética e Cidadania, Empreendedorismo, Libras, Educação Ambiental, Análises Sociais e Relações Étnicos Raciais e História, Sociedade e Cultura afro brasileira, africana e indígena.

Podemos descobrir o que é cada uma dessas matérias? 

  • Morfologia: Dentro dessa matéria tínhamos três tópicos, Anatomia, que estuda as estruturas do corpo humano, seus sistemas e órgãos. Radiologia cuida dos diversos diagnósticos por imagens, como o Raio X. Já a Histologia, passa a relação entre os tecidos celulares e suas funções.
  • Habilidades de Comunicação: Aprendemos como nos relacionar com o paciente, seja criança, adulto ou idoso e também seus familiares.
  • Habilidades de Informática: Estudamos sobre telemedicina, como usar as plataformas do SUS, TABNET, DATASUS, entre outros.
  • Habilidades Médicas: Um pouco sobre a prática médica, por meio da execução de anamnese, exame físico, como lavar as mãos, etc.
  • Práticas Funcionais: Bioquímica, análise de exames laboratoriais, etc.
  • IESC: Medicina da Família, onde adquirimos experiências visitando pacientes, e pondo em prática tudo que aprendemos durante a semana.
  • Tutoria: É a fisiologia pura, onde estudamos sobre uma determinada doença e fazemos a discussão para fechamento de caso.
  • Libras: Libras é a sigla da Língua Brasileira de Sinais, uma língua de modalidade gestual-visual onde é possível se comunicar através de gestos, expressões faciais e corporais. É reconhecida como meio legal de comunicação e expressão desde 24 de Abril de 2002, através da Lei nº 10.436. A Libras é muito utilizada na comunicação com pessoas surdas, sendo, portanto, uma importante ferramenta de inclusão social.( https://www.libras.com.br/o-que-significa-libras)
  • Ética e Cidadania: Atitudes do profissional de saúde diante da sociedade;
  • Empreendedorismo: Projeto e criação de investimentos;
  • Educação Ambiental: Descarte correto dos materiais;
  • Análises Sociais e Relações Étnicos Raciais: Debates raciais voltado para a medicina.
  • História, Sociedade e Cultura afro brasileira, africana e indígena: Cultura e doenças da época.

Métodos:

Como sabemos, no Brasil as faculdades têm diversos métodos de ensino, dentre elas: Tradicional, PBL e Misto.

Vamos entender um pouco sobre?

Tradicional: É o método em que o professor te passa a matéria, por tópicos. Conhecemos tal método desde a escola.

PBL: Problem Based Learning ou Aprendizado Baseado em Problema, baseia-se na resolução de problemas clínicos em grupos, onde o aluno também tem conhecimentos que pode ser repassado. 

Misto: Cinquenta por cento de cada

O que eu daria como dica para você que está iniciando essa fase?

  • Faça amigos, será muito importante para o seu desenvolvimento;
  • Trabalhe em equipe, e tenha uma sala unida. Pois, lembre-se, se todos segurarem a mão um do outro, chegarão ao final e terão memórias positivas;
  • Exponha seu conhecimento;
  • Participe de ligas acadêmicas, eventos, atlética, centro acadêmico e tudo que você tem direito, pois o tempo voa, e você não vai perceber;
  • Vá a festas, conheça pessoas e aproveite seu momento de lazer;
  • Não se mate com noites mal dormidas, cafés em excesso, alimentação incorreta, medicamentos para banir o sono, etc. 
  • Organize-se, assim você terá momentos de lazer, estudos, festas e descanso;
  • Não deixe sua família e amigos de lado, passamos por uma pandemia recentemente, e aprendemos o quão passageira a vida é;
  • Tenha um esporte como hobby, será de grande motivação para continuar;
  • Cuide da sua saúde mental, ela te ajudará a alcançar seus sonhos;
  • Curta o seu momento!

O que me ajudou no ciclo básico?

  • Tenha o aplicativo do SANARFLIX em seu celular e assista alguma aula interessante quando estiver entediado ou viajando;
  • Fazer resumos da aula durante aquela semana, e nas seguintes fazer mapa mental;
  • Revisão após a aula;
  • Se programar para as provas;
  • Alimentação equilibrada;
  • Exercício físico;
  • Profissional de saúde mental;
  • Apoio dos pais, familiares e amigos;
  • Diversão;
  • Agradecer por tudo e apreciar cada vitória, por menor que seja.

“Ao examinar a doença, ganhamos sabedoria sobre anatomia, fisiologia e biologia. Ao examinar a pessoa com doença, ganhamos sabedoria sobre a vida.” – Oliver Sacks

Autora: Fernanda Silveira Vieira

Instagram:@fernanda_silveira_vieira https://instagram.com/fernanda_silveira_vieira?r=nametag

O texto acima é de total responsabilidade do autor e não representa a visão da sanar sobre o assunto