Residência Médica

SUS SP: residência médica em São Paulo

SUS SP: residência médica em São Paulo

Compartilhar
Imagem de perfil de Sanar Residência Médica

Saiu o edital de residência médica do SUS-SP 2022!!!

A prova de residência médica SUS SP é a maior do Brasil. São cerca de treze mil inscritos e 50 instituições do estado de São Paulo envolvidas na Seleção Pública. Neste artigo vamos te contar tudo o que você precisa saber para prestar a prova do SUS-SP, desde o edital de inscrição, até o começo da Residência. Vamos lá?

Quem pode se inscrever na prova SUS SP?

Você não precisa estar formado para se candidatar a uma vaga na prova de residência SUS SP. No entanto, precisa comprovar que, até a data da matrícula no programa, você já terá concluído a graduação.

Pessoas que fizeram faculdade fora do Brasil também podem se inscrever, desde que tenham feito a revalidação do diploma.

Se você é treineiro também poderá realizar a prova SUS SP #treineirotambémpode. No ato da inscrição, deverá declarar que sua intenção de fazer a prova será a título de treinamento, não concorrendo às vagas regulares.

Instituições participantes do SUS SP

São 62 as instituições participantes do SUS SP.

Dentre elas, podemos citar o Conjunto Hospitalar de Sorocaba, a Santa Casa de Misericórdia de São José do Rio Preto, o Hospital do Coração Associação do Sanatório Sírio e até o Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia.

Você pode conferir a relação completa de instituições checando o edital.

Temas mais frequentes na prova do SUS SP

Clínica Médica

É uma das áreas de maior dificuldade na prova de residência médica SUS SP devido ao volume de conteúdo.

São 20 questões que fazem diferença nas prova, principalmente nas especialidades concorridas. Assuntos como: endocrinopatias, distúrbios hidroeletroliticos, intoxicação exógenas, interpretação de ECG são de grande relevância.

Ginecologia e Obstetrícia

É possível uma boa margem de acertos. Algumas questões podem dar margem para interposição de recursos – devido a conceitos que divergem bastante.

Vale a pena lembrar das vulvovaginites, interpretação de partogramas e a doenças hipertensiva da gestação.

Cirurgia

Os temas mais cobrados são: trauma (ATLS), abdome agudo (em especial inflamatório e obstrutivo) e hemorragia digestiva alta e baixa.

Outros temas frequentes: síndrome compartimental abdominal, manejo do paciente perioperatório – doença inflamatoria intestinal, outras neoplasias, em especial melanoma, cirurgia vascular, urologia, cirurgia infantil (hernia e intusucepção).

Pediatria

É uma especialidade que possibilidade um boa porcentagem de acertos. Lembrar das doenças exantemáticas da infância, vacinação com ênfase na mudança dos calendários.

Medicina Preventiva

É a prova do SUS-SP que pode ser um divisor de águas na aprovação. Os editais lançam um conteúdo que pode ser revisado varias vezes durante o ano.

A “temida” lista de notificação compulsória deve ser memorizada, assim como conceitos de estudos epidemiológicos (corte, caso controle, ecológicos e afins) e as modalidades de prevenção (primaria, secundária e terciária).

Cronograma edital SUS-SP 2022

  • Período de Inscrições: de 16 a 22 de dezembro de 2021;
  • Taxa de inscrição: R$ 65,00;
  • Data da Prova Objetiva: 15 de janeiro de 2022, no período da tarde;
  • Divulgação do Gabarito: dia 16/01/2022;
  • Gabarito Definitivo: 28/01/2022; 
  • Resultado Final: 31/01 e 01/02/2022;
  • Convocação para escolha das vagas: 03/02/2022;

Vagas para a Residência Médica SUS SP

Ao todo, serão disponibilizadas mil trezentas e sessenta e nove vagas de residência médica, distribuídas em especialidades de acesso direto, bem como em especialidades com necessidade de pré-requisito. Confira:

Áreas Básicas e Acesso Direto

Especialidades com pré-requisito

Como é a concorrência e nota de corte do SUS SP?

De forma geral, ter nota SUS SP superior a 65% de acertos permite o ingresso na maioria das vagas. A nota de corte de Dermatologia (especialidade mais concorrida) foi de pouco mais de 69%, por exemplo.

As especialidades mais concorridas de 2019 foram: Dermatologia (65,2), Neurologia (62,3), Otorrino (58), Cirurgia Geral (54) e Neurocirurgia (52).

Qual o melhor hospital para cada especialidade na residência do SUS SP?

Essa é uma pergunta que todo mundo se faz: “qual é o melhor hospital para clínica médica no SUS-SP? Qual é o melhor para ortopedia? Qual é o melhor para cirurgia geral?”. Bom, a resposta é complexa.

Existem hospitais muito bons para diferentes perfis (especialidade mais prática e mão na massa, outras mais acadêmicas, outras boas no interior e outras na capital).

Há hospitais muito bons, como o Santa Marcelina, mas que podem não ser tão bons em áreas específicas. Existem hospitais muito bons, como o Hospital do Câncer de Barretos, que são excelentes mas que só tem casos de câncer (baixa diversidade de casos).

Então, o ponto é: faça a prova do SUS, pois tem muitas vagas, e na hora de escolher a instituição, pense em qual daquelas faz mais sentido para você e para a sua carreira.

Confira o vídeo:

Posts relacionados: