Urgência e Emergência

Prova de título em Medicina de Emergência: um caminho para ser especialista

Prova de título em Medicina de Emergência: um caminho para ser especialista

Compartilhar

Sanar Pós Graduação

6 min há 455 dias

Se você está interessado na Prova de Título em Medicina de Emergência, então você acredita que a atuação se resume em muito mais do que dar plantão durante a famosa fase de “recém formado”.

A emergência é um cenário que exige muita habilidade, responsabilidade e aptidão, afinal, estamos lidando com pacientes que estão vivendo, talvez, o pior dia de suas vidas.

Então, vamos entender mais sobre a Medicina de Emergência como especialidade:

A Medicina de Emergência no Brasil

Muito antes de existir a Prova de Título em Medicina de Emergência no Brasil, a área engatinhava subvalorizada.

Assim, apenas em 2010, o Conselho Federal de Medicina e outros conselhos regionais começaram a discutir o tema com mais expressividade.

Como resultado, em 2015, a surpresa veio para os médicos defensores da Emergência: finalmente, oficializava-se a Medicina de Emergência como especialidade no Brasil!

Nessa época, já fazia mais de um século que a Emergência era encarada como carreira médica de especialista em mais de 80 países ao redor do mundo. 

Porém, hoje, finalmente, o futuro é otimista para essa especialização no nosso país.

A previsão é de que logo em breve todo paciente crítico no ambiente de emergência seja atendido por um médico especialista na área, ou, ao menos, por um serviço coordenado por tal.

A Associação Brasileira de Medicina de Emergência

A Prova de Título em Medicina de Emergência é regulamentada pela ABRAMEDE – Associação Brasileira de Medicina de Emergência.  

A associação foi fundada em 2008 em Porto Alegre e vem desde então lutando pelos interesses da Medicina de Emergência no Brasil.

Ela é filiada à Associação Médica Brasileira (AMB), responsabilizando-se por certificar todos os especialistas em Medicina de Emergência no Brasil. 

Nesse contexto, essa certificação se dá: ou (1) diretamente através da conclusão da residência ou (2) através da aprovação na Prova de Título em Medicina de Emergência.

A Prova de Título em Medicina de Emergência

No momento, há um edital em vigor para obtenção do título de especialista em Medicina de Emergência para o ano de 2020. E as inscrições vão do dia 06/03/2020 até o dia 01/07/2020.

Você pode conferir esse edital na íntegra clicando aqui, mas trouxemos nessa postagem alguns detalhes interessantes para vocês se familiarizarem antecipadamente com a Prova de Título em Medicina de Emergência:

Pré-requisitos para realizar a Prova de Título em Medicina de Emergência: 

Para o candidato sem formação na área:

  • Experiência mínima de 24h semanais como plantonista/coordenador em serviço de Emergência fixo e/ou móvel, por pelo menos 6 anos, ininterruptamente.
  • Conta apenas se você tem experiência profissional em território brasileiro.
  • Pontuação mínima de 70 pontos na análise curricular (confira os pontos de análise aqui no edital).
Para o candidato com residencia médica em Medicina de Emergência ou treinamento específico na área em local oficialmente reconhecido:
  • Ter ao menos 3 anos de formado até o último dia da inscrição no concurso.
  • Apresentar certificado de conclusão do Programa de Especialização em Medicina Emergência (PEME) reconhecido pela ABRAMEDE ou certificado de residência médica em Medicina de Emergência reconhecido pela CNRM. 

Como funciona a Prova de Título em Medicina de Emergência?

Sobre a Prova teórica:
  • Tem duração de 5h.
  • Apresenta 120 questões de múltipla escolha com 4 alternativas e apenas 1 correta.
  • É de caráter eliminatório. Aqueles que obtiverem nota 7 serão aprovados. 
  • Acesse o edital para saber o local, horário e outras especificidades da prova. 
Sobre a análise curricular:
  • Pretende avaliar o envolvimento e dedicação do candidato com a especialidade Medicina de Emergência.
  • Tem foco na pontuação de atividades diretamente relacionadas à essa especialidade.

Como percebem, é um processo bem objetivo e sem prolixidades.

Portanto, conhecer o processo da Prova de Título em Medicina de Emergência é fundamental para os médicos interessados em serem mais do que plantonistas nessa área.

Logo, se você é esse médico(a), não hesite em aprofundar seus conhecimentos, se atualizar, treinar suas habilidades e destacar-se na área para ir muito bem nessa prova e ser um(a) excelente profissional!

Quer se aprofundar mais em Medicina de Emergência?

A Medicina de Emergência está presente em todas as fases da carreira médica!

CONHEÇA A PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA DE EMERGÊNCIA DA SANAR

Confira posts sobre a Pós-graduação em Medicina:

Compartilhe com seus amigos:
Política de Privacidade. © Copyright, Todos os direitos reservados.