Questões na prática

Pediatria

Doenças Respiratórias

A bronquiolite é uma doença respiratória aguda de crianças que incide principalmente durante o inverno e a primavera. Na definição do tratamento, é importante afirmar que:

A
a teofilina é a droga de primeira escolha no tratamento
B
as medidas de suporte resolvem a maioria dos casos
C
o corticoide está indicado nos casos de quadros recorrentes
D
os antibióticos de amplo espectro estão indicados em lactentes jovens
E
o uso de broncodilatadores venosos diminui o tempo de evolução da doença
As manobras de Yergason é um Phalen são semiologicamente úteis para o diagnóstico, respectivamente, de:
Criança, 10 meses de idade, apresenta diarreia há dois meses (6 evacuações ao dia com fezes pastosas e líquidas, de grande volume, cheiro azedo, sem muco ou sangue). Teve alguns episódios de vômito nos primeiros dias. A orientação foi fazer hidratação oral. A partir de então, não apresentou mais vômitos, mas a diarreia persistiu com as mesmas características, acompanhada de perda de peso, distensão leve do abdome e assadura perianal, sem febre. Recebeu leite materno até o 6° mês de vida, quando iniciou com leite de vaca, em pó, e aos 7-8 meses: papas de fruta, legumes, carnes, ovos, bolachas e macarrão. Qual o diagnóstico provável dessa síndrome diarreica?
Lactente, 8 meses de idade, iniciou com quadro de coriza, tosse seca e sibilância com piora progressiva. Havia dois irmãos com quadro de resfriado comum em casa. Foi internado em UTI pediátrica, ficando em ventilação assistida por 5 dias e teve alta em 20 dias, sem resolução completa do quadro. Persistiu com quadro de sibilância grave nos 2 meses subsequentes, com dificuldade de alimentação pelo desconforto respiratório e alguns vômitos pós-mamadas. Além de dificuldade para ganhar peso. Radiografia de tórax mostrava ausência de condensações, com algumas áreas de hiperinsuflação localizada. Antecedentes: dermatite atópica e história familiar de atopia. O diagnóstico é:
A síndrome nefrótica é uma patologia comum na infância e se caracteriza por proteinúria intensa, hipoalbuminemia, edema e hiperlipidemia. A sua principal complicação é a infecção e dentre as infecções, a MAIS COMUM é:
Compartilhar