Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

A causa mais frequente de mortalidade perinatal por placenta prévia é:

A
anemia.
B
prematuridade.
C
apresentação anômala.
D
malformação.
Paciente, três anos de idade, é internado com história de tosse há 2 semanas, tendo piorado nos últimos dias com febre alta, anorexia e crises convulsivas. O exame físico mostra que o estado geral é precário, toxemiado, gemente, dispneico com tiragem IC. O RX de tórax mostra imagem de condensação bilateral. O PPD foi forte reator e o LCR: hipercelularidade, hiperproteinorraquia e hipoglicemia. O diagnóstico mais provável é:
Mulher de 35 anos encontra-­se convalescente de uma pneumonia por mycoplasma. Desenvolveu uma astenia importante. Sua hemoglobina é de 9,0 g/dL e seu VCM é 110. Qual dos seguintes é o melhor teste para determinar se o paciente tem uma anemia hemolítica?
Em implantes de stents coronarianos após angioplastia,
Qual das drogas abaixo é um opiáceo com particularidades especiais, pois além da ação sobre os receptores mi, kappa e delta, tem ação inibitória da captação de noradrenalina e serotonina, que potencializa a ação opiácea? Pode ser prescrita por via oral, subcutânea, intravenosa e retal.
Compartilhar